Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Ibovespa futuro abre em alta, descolado do exterior; dólar cai

29 setembro 2020 - 09h37Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - Depois de fechar a sessão da véspera em forte queda, o índice futuro do Ibovespa inicia a terça-feira com alta de 0,52% aos 94.152 pontos às 09h23, com o dólar recuando 0,74% a R$ 5,6210.  

Os mercados internacionais têm mais um dia com tendência de queda, mas os índices futuros de Wall Street operam perto da estabilidade. Na China, o dia foi positivo na esteira da expectativa de recuperação econômica, com as ações de tecnologia puxando os resultados positivos. No Japão, alguns membros da diretoria do banco central pediram uma revisão da estratégia de política monetária uma vez que o choque econômico provocado pela pandemia do coronavírus afasta ainda mais a inflação da meta.

Por aqui, as atenções estão voltadas para a equipe econômica, após o desastroso impacto do Renda Cidadã que previa a utilização de recursos de precatórios e do Fundeb para financiamento do programa social. Analistas entenderam a proposta como uma forma de driblar o teto de gastos. Os investidores também monitoram as propostas de reforma tributária, com a dificuldade do governo de colocar a proposta do imposto sobre transações para financiar a desoneração da folha de pagamentos.

- Cenário Interno

IGP-M

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) subiu 4,34% em setembro, percentual superior ao apurado em agosto, quando havia apresentado taxa de 2,74%. Com este resultado, o índice acumula alta de 14,40% no ano e de 17,94% em 12 meses. Em setembro de 2019, o índice havia caído 0,01% e acumulava alta de 3,37% em 12 meses.  

“Nesta edição, os três índices componentes do IGP-M registraram aceleração. O índice de preços ao produtor segue influenciado pela alta de grandes commodities, como a soja em grão que subiu 14,32% em setembro. No IPC, o destaque coube ao subgrupo recreação cuja a variação foi de 4,77%, sob influência de passagens aéreas que avançaram 23,74% nesta apuração. Por fim, no INCC destacam-se materiais e equipamentos, cujos os preços avançaram em média 2,97% no mês e 9,67% em 12 meses”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

Serviços

A confiança de serviços no Brasil registrou seu quinto avanço consecutivo em setembro, mas a acomodação do ritmo de demanda e expectativas incertas em relação aos próximos meses mantiveram uma tendência de desaceleração nos ganhos do setor.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) disse nesta terça-feira que seu Índice de Confiança de Serviços (ICS) teve alta de 2,9 pontos em setembro, a 87,9 pontos. Apesar da quinta alta consecutiva, essa leitura evidencia um movimento de desaceleração a partir de julho, depois que o indicador registrou salto de 11,2 pontos em junho.

“Em setembro, a confiança do setor de serviços mantém sua trajetória ascendente, mas ainda em ritmo desigual entre os segmentos, e encontra-se em patamar abaixo do período pré-pandemia”, disse em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV Ibre.

Covid-19

O Brasil registrou nesta segunda-feira 317 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 142.058, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Também foram notificados 13.155 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 4.745.464. As contagens diárias tendem a ser mais baixas às segundas, em função de um represamento de testes nos finais de semana.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

- Cenário Externo

Japão

Alguns membros da diretoria do banco central do Japão pediram uma revisão da estratégia de política monetária uma vez que o choque econômico provocado pela pandemia do coronavírus afasta ainda mais a inflação da meta, mostrou um sumário de opiniões da reunião de setembro.

Essas visões destacam a posição cada vez mais complicada em que o Banco do Japão se encontra, já que a inflação não conseguiu ganhar força nem antes de o coronavírus afetar a economia japonesa.

Alguns dos membros da diretoria disseram que o banco central pode precisar encontrar uma nova abordagem para elevar a inflação na direção de sua meta de 2%, dado o impacto da pandemia sobre empresas e famílias.

Zona do euro

A confiança econômica da zona do euro melhorou mais do que o esperado em setembro, segundo dados divulgados nesta terça-feira, graças principalmente a um aumento no otimismo do setor de serviços apesar das preocupações com uma segunda onda do coronavírus.

A pesquisa mensal da Comissão Europeia mostrou que o sentimento nos 19 países que usam o euro subiu a 91,1 pontos este mês de 87,5 em agosto, superando as expectativas do mercado de melhora a 89,0 pontos.

A melhora foi resultado principalmente do sentimento em serviços, maior setor da economia da zona do euro, que melhorou a -11,1 de -17,2. Economistas consultados pela Reuters esperavam alta a apenas -15,7.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,12%, a 23.539 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,85%, a 23.275 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,21%, a 3.224 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,22%, a 4.591 pontos.

Os mercados da Europa registram perdas nesta terça-feira. Em Frankfurt, o DAX tem queda de 0,41% aos 12.818 pontos, com o FTSE, de Londres, recuando 0,37% aos 5.905 pontos. Já em Paris, o CAC cede 0,12% aos 4.837 pontos.

Em Nova York, os futuros do Dow e os futuros do S&P 500 estavam ambos em queda de 0,1%, enquanto os futuros do Nasdaq caíam 0,3%.

COMMODITIES

Os futuros do minério de ferro avançaram nesta terça-feira após a mineradora Vale (SA:VALE3) ter informado a suspensão das operações de uma usina de concentração no Brasil, embora as negociações tenham movimentado baixo volume devido à proximidade do feriado de Dia Nacional na China, de 1 a 8 de outubro.

O contrato mais negociado do material utilizado na fabricação do aço, para entrega em janeiro de 2021, avançou 1,4% na bolsa de Dalian, fechando a 780,50 iuanes (114,47 dólares) por tonelada, na segunda sessão seguida de alta.

O minério de ferro para entrega em outubro na bolsa de Cingapura subia 1,1% à tarde, na quarta sessão de ganhos.

O vergalhão de aço na bolsa de Xangai fechou em alta de 0,1%.

Os preços do petróleo subiram 1% na segunda-feira, diante de um rali nos mercados acionários globais e de expectativas quanto a um novo pacote de estímulos nos Estados Unidos, embora o crescente número de casos de coronavírus siga gerando preocupações em relação à demanda por combustíveis, o que tem limitado as altas do petróleo.

MERCADO CORPORATIVO

- Petrobras (SA:PETR4)

A Petrobras iniciou a fase não-vinculante do processo de venda da totalidade de sua participação no Polo Potiguar, conjunto de 26 concessões de campos de produção terrestres e de águas rasas no Rio Grande do Norte, informou a empresa nesta segunda-feira.

“Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não-vinculantes, além de acesso a um data room virtual contendo informações adicionais sobre o polo”, disse a estatal em comunicado.

O processo de venda do ativo teve início no final de agosto, com a divulgação do “teaser”.

O Polo Potiguar compreende os subpolos Canto do Amaro, Alto do Rodrigues e Ubarana, com 23 concessões terrestres e três marítimas, e também inclui acesso a infraestrutura de processamento, refino, logística armazenamento, transporte e escoamento de petróleo e gás natural.

Plataformas

A Petrobras estimou em 6 bilhões de dólares o custo de projetos em andamento de descomissionamento de plataformas e outros ativos até 2024, segundo uma apresentação divulgada ao mercado nesta segunda-feira.

O custo em 2020 foi estimado em 500 milhões de dólares. Em 2021, o valor gasto subirá para 2,3 bilhões de dólares. Em 2022 e 2023, a empresa gastará a cada ano 1,1 bilhão de dólares, e outros 1 bilhão em 2024.

O plano prevê descomissionamento de plataformas, gasodutos submarinos e poços offshore.

A empresa informou ainda que prevê entrada de 1 bilhão de dólares em caixa por desinvestimentos em 2020, depois de ter recebido 14,4 bilhões de dólares em 2019.

­- Vale

A Vale anunciou nesta segunda-feira, 28, que quitou US$ 5 bilhões (cerca de R$ 28 bilhões) de suas linhas de crédito rotativo, sendo US$ 2 bilhões com vencimento em junho de 2022 e US$ 3 bilhões em dezembro de 2024, que foram desembolsadas em março deste ano.

Segundo a mineração, a amortização recompõe as linhas ao valor original de US$ 5 bilhões

- CCR (SA:CCRO3)

O conselho de administração da CCR aprovou nesta segunda-feira, 28, o pagamento de dividendos no valor de R$ 373,243 milhões, ou R$ 0,1847 por ação ON. O valor será pago de acordo com a posição acionária do dia 1º de outubro, e a partir do dia 02, os papéis passam a ser negociados ex-direitos. O crédito será feito aos acionistas a partir do dia 30 de outubro.

Na ata da reunião, está registrado que houve questionamentos sobre a natureza do lucro contábil que baseará o pagamento, feitas por Luiz Alberto Rosman. Segundo ele, parte deste lucro seria somente potencial, já que seria decorrente de ganhos por compra vantajosa e remuneração de participações societárias da CCR.

- Hapvida (SA:HAPV3)

A Hapvida anunciou nesta segunda-feira, 28, a aquisição do Grupo Santa Filomena por R$ 45 milhões, em mais um passo, segundo a companhia, na estratégia de crescimento e ganho de market share no estado de São Paulo. A transação ainda precisa de aprovação dos órgão reguladores.

O Grupo Santa Filomena é composto pela operadora de saúde Filosanitas, pelo Hospital Santa Filomena, três clínicas médicas e um centro de diagnóstico por imagem. Todos estão localizados em Rio Claro, interior de São Paulo.

A Filosanitas tem uma carteira de 5,5 mil beneficiários de planos de saúde, cuja carteira é composta por 74% de planos coletivos e cerca de 80% de sinistralidade, de acordo com dados de 2019. Já o Hospital Santa Filomena, fundado em 1937, conta com 73 leitos, sendo 16 deles de UTI.

- TIM

A Tim (SA:TIMP3) informou que a B3 (SA:B3SA3)) concedeu a listagem e a admissão à negociação de suas ações no Novo Mercado - segmento especial de governança corporativa. Em decorrência da concessão, foi consumada a incorporação da Tim Participações (TPAR) pela Tim, sendo a TPAR extinta. O anúncio da entrada no Novo Mercado foi feito no final de julho.

De acordo com comunicado, as ações ordinárias e as American Depositary Shares (ADSs) continuarão a ser negociadas em nome da TPAR, cada uma representando o direito de receber uma ação ordinária e uma ADS da Tim, respectivamente, até a primeira data em que se operacionalizar a negociação das ações ordinárias e ADSs em nome da Tim.

Verificada a eficácia da incorporação, o Conselho de Administração da companhia registrou que o capital social da companhia encontra-se dividido em 2.420.804.398 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal.

- Mineração

O programa de Mineração e Desenvolvimento do governo federal, lançado nesta segunda-feira, tratará de mineração em novas áreas, incluindo indígenas, contemplando também questões relacionadas à sustentabilidade dos projetos, afirmou o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, Alexandre Vidigal de Oliveira, na cerimônia do lançamento.

“Trataremos do avanço da mineração em novas áreas. Um grande desafio, ao qual já começamos a trabalhar, senhor presidente, como bem retrata o PL 191, da mineração em área indígena, um direito constitucional --e entendemos, chegou a hora de enfrentá-lo com seriedade”, disse ele, em evento ao lado de Jair Bolsonaro.

A mineração em terras indígenas é uma das bandeiras do presidente, que por essa posição enfrenta críticas de ambientalistas e alguns representantes da sociedade civil que consideram que a exploração pode afetar as comunidades e o meio ambiente.

- IPO da Boa Vista

A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da empresa de informações crédito Boa Vista foi precificada a 12,20 reais cada nesta segunda-feira, movimentando 2,17 bilhões de reais.

Segundo informações publicadas no website da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o preço saiu no centro da faixa estimada pelos coordenadores da oferta, que ia de 10,80 a 13,60 reais por ação.

A oferta secundária, papéis detidos por atuais sócios da Boa Vista --a empresa de private equity TMG Capital e a Associação Comercial de São Paulo-- girou 870 milhões de reais. A empresa também tem entre os sócios a norte-americana Equifax.

Enquanto isso, a oferta primária --ações novas, cujos recursos serão usados pela empresa para financiar aquisições-- captou 1,3 bilhão de reais.

- Energia Solar

O grupo norueguês de energia Statkraft pretende seguir expandindo seus negócios no Brasil e o próximo passo nesse sentido deverá envolver algum investimento em geração solar, disse à Reuters nesta segunda-feira o principal executivo da empresa no país.

A sinalização de apetite por ativos solares ocorre em paralelo ao anúncio pela companhia de um aporte de 2,5 bilhões de reais para a construção de um complexo eólico na Bahia cujas obras devem iniciar em janeiro de 2021.

“No ano que vem, 2021, logicamente teremos como prioridade a construção, e por conta da Covid-19 a segurança das pessoas. Mas queremos também que seja um ano importante do ponto de vista solar”, disse o CEO da Statkraft Brasil, Fernando De Lapuerta.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

A agenda pública do presidente da República, divulgada no site do Palácio do Planalto, traz como único compromisso público do dia a Cerimônia de Sanção do Projeto de Lei 1.095/2019, no final da tarde.

- Paulo Guedes

Mais uma vez, o site do Ministério da Justiça não traz compromissos públicos oficiais para o ministro na terça-feira.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: