quinta, 02 de dezembro de 2021
Ibovespa

Ibovespa avança com cautela após renovar máxima na véspera; dólar recua

18 dezembro 2019 - 14h50Por Redação SpaceMoney
O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operou, no início da tarde desta quarta-feira (18), em alta de 0,37%, aos 113.027,41 pontos, atualizado às 13h40. Após renovar sua máxima histórica ontem (17), o foco do dia está na repercussão das notícias internas, como a aprovação do Orçamento da União para 2020 e a divulgação do IGP-M, o que pode aumentar a volatilidade da bolsa hoje. No exterior, investidores buscam por mais informações sobre a “fase 1” dos acordos comerciais entre EUA e China, bem como detalhes sobre o Brexit, que se aproxima, sem a perspectiva de um acordo.

Dólar

Na direção oposta, o dólar comercial teve queda de 0,19%, cotado a R$ 4,0626, atualizado no mesmo horário. Confira as principais notícias para o dia:

Impeachment de Trump

A Câmara dos Deputados fará uma votação para decidir sobre o envio de dois artigos de impeachment ao Senado americano. A Casa, de maioria democrata, deve votar de forma partidária, baseada nas acusações de abuso de autoridade do presidente Donald Trump por espionar o filho do então pré-candidato à presidência da oposição, Joe Biden. Para que Trump perca o cargo, são necessários dois terços do Senado, de maioria republicana, o que diminui as chances de o processo ter êxito.

Orçamento para 2020

Foi aprovado na noite de ontem (17) o orçamento para 2020, pelo Congresso Nacional, em sessão conjunta da Câmara e do Senado. O texto segue agora para a sanção do Presidente da República, Jair Bolsonaro. A peça orçamentária prevê uma expansão do PIB de 2,32% e uma inflação, medida pelo IPCA, de 3,53% para o próximo ano. Também há a expectativa de taxa básica de juros, a Selic, fique em 4,40% e o câmbio médio está projetado em 4,00 reais por dólar. No texto, duas medidas tiveram destaque no debate do orçamento. A primeira, a fixação do salário mínimo em R$ 1.031, que foi reajustado pela inflação em relação ao valor atual de R$ 998 e, portanto, não teve ganho real. A segunda medida foi a aprovação do fundo eleitoral de R$ 2,03 bilhões, originalmente proposto pelo Poder Executivo. Houve uma articulação, nos últimos dias, para a tentativa de se aprovar que o valor fosse elevado em R$ 3,5 milhões, visando custear as eleições municipais do ano que vem. Entretanto, a pressão da opinião pública e a ameaça de veto pelo presidente Jair Bolsonaro fez a ideia ser deixada de lado.

Índice Geral de Preços tem alta

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) teve elevação de 2,06% na segunda prévia do mês de dezembro, depois de cair 0,01% em novembro, segundo divulgado pela Fundação Getúlio Vargas. O IGP-M é utilizado como referência para a correção de contratos como o aluguel de imóveis. O IGP-M é composto por diversos outros indicadores, entre eles, o que tem mais peso, é o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que avalia a variação de preços no atacado, e ficou no patamar de 2,85%, após cair 0,06% em novembro. A maior variação veio para o preço de atacado das Matérias-Primas Brutas, que, em novembro, teve queda de 1,11% para, em dezembro, ter uma elevação de 5,22%. A alta no preço da carne bovina, de 22,01% este mês, colaborou para essa elevação.

Destaques do dia

Os destaques da sessão vão para as ações da HYPERA PHARMA ON, que subiam 3,66%, liderando as altas do dia, após o anúncio da compra de marcas de medicamentos populares, como Buscopan e Boehringer Ingelheim, por R$1,3 bilhão. VIA VAREJO ON avançava 1,73%, após o "Via Varejo Investidor Day" de ontem, onde deu perspectivas otimistas para a empresa. Do lado negativo, os papéis da MARFRIG ON despencavam 3,55%, após a empresa precificar em R$10 sua oferta pública de ações primária e secundária., e da ELETROBRAS, que recuavam 2,76%, com o Senado brasileiro mostrando resistência à privatização da empresa.

Calendário da semana

Seguem os principais índices a serem liberados nesta semana: Quarta-feira (18) – Divulgação do Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas econômicas (IPC-FIPE) semanal e a segunda prévia do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M). Quinta-feira (19) – Prévia da sondagem da indústria da FGV e o Relatório Trimestral de Inflação do Banco Central (4º trimestre). Sexta-feira (20) – Divulgação da Sondagem do Consumidor (FGV), Sondagem da Construção (FGV), do Índice Nacional de Custo da Construção do Mercado (INCC-M), do IPCA (para o mês e para o ano), do déficit da conta corrente de novembro e do investimento direto no país. Sem data ainda – Divulgação dos dados da arrecadação federal em novembro e do número de empregos formais para o mesmo mês.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content