sábado, 04 de dezembro de 2021
O que são fundos imobiliários

Saiba o que são fundos imobiliários

Se você já pensou em ser dono de parte de um shopping-center ou de um prédio comercial, esta é a sua oportunidade!

19 novembro 2019 - 13h08Por Cleide Rodrigues
Nos artigos anteriores já aprendemos quais os principais passos para quem está começando a investir, com informações importantes sobre Tesouro Direto e os principais títulos privados. Portanto, acredito que você já esteja preparado para avançarmos um pouco mais e começarmos a imergir no universo da renda variável. Com a menor taxa Selic da história e a expectativa de retomada da economia em 2020, é esperado que o setor imobiliário volte a crescer no país, sendo uma boa alternativa para a diversificação de investimentos. Como já mencionei no artigo “Os 3 passos de um investidor de sucesso” aqui no Space Money , a diversificação só vale para quem já formou sua reserva de emergência. Dito isso, vamos conhecer mais uma alternativa para diversificação em sua carteira de investimentos.

O que são fundos imobiliários?

Os fundos imobiliários são fundos de investimentos fechados, considerados de renda variável e negociados em bolsa de valores. Portanto, você precisará ter conta em uma corretora de valores para fazer esse tipo de investimento. A grande diferença entre as ações e os fundos imobiliários, é que nas ações você se torna sócio de uma empresa; e no caso dos fundos imobiliários você se torna sócio de um empreendimento imobiliário. Os fundos imobiliários funcionam como um condomínio, onde um grupo de pessoas se une para comprar empreendimentos na planta ou já construídos, como shopping-centers, lajes, corporativas, hotéis e galpões industriais, com a finalidade de comprar o imóvel e vender para obter lucro (valorização da cota); ou comprar o imóvel com a finalidade de alugar e receber esses aluguéis.  Quando você investe em fundos imobiliários você se torna um quotista, ou seja, adquire um pedacinho do empreendimento escolhido. E essas cotas oscilam, ou seja, pode acontecer desvalorização ou valorização. Portanto, somente invista caso tenha perfil, visão de longo prazo e não sofra com essas oscilações.

Quais as formas de lucrar com fundos imobiliários?

Nos fundos imobiliários você poderá ganhar de duas formas: Valorização da cota, ou seja, comprando a cota por um valor menor e vendendo por um valor maior; Rendimentos mensais ou periódicos, que serão creditados direto na sua conta (aluguéis) de acordo com a sua quantidade de cota e com o objetivo do fundo. Existem fundos com tem como objetivo a valorização (embora seja um objetivo, a valorização não é garantida e pode sim ter desvalorização e perda do valor investido) e outros tem como objetivo os rendimentos. Por isso atente-se a essa informação antes de efetivar o investimento se está de acordo com o seu perfil e objetivos.

Benefícios

Veja alguns benefícios de investir em fundos imobiliários:
  • Diversificação com baixo valor: uma vez que em apenas um fundo você pode investir em vários tipos de imóveis ou investir em vários tipos de fundos imobiliários com baixo valor;
  • Possui isenção de imposto de renda nos rendimentos mensais: essa isenção é para pessoa física, desde que o quotista não tenha mais de 10% em cotas do fundo.
  • Liquidez: é possível vender uma parte das quotas no mercado secundário, diferentemente de um imóvel que, caso opte pela venda, é necessário vender por completo. Mas atenção no momento de escolher o seu fundo imobiliário porque existem fundos imobiliários com baixíssima liquidez!
  • Acessibilidade: é possível comprar cota de alguns fundos imobiliários a partir de R$ 100,00;
  • Sem burocracia: diferentemente de um imóvel que existe toda a burocracia de documentação, para investir em fundos imobiliários basta ter conta em uma corretora de valores.

Custos envolvidos

Nos fundos imobiliários, independentemente do valor, ao vender as cotas com lucro há imposto de renda de 20% sobre a rentabilidade, e quem faz o recolhimento deste imposto de renda é o próprio investidor, por meio de Darf. Como todo fundo de investimento, há um trabalho de uma equipe de gestão, portanto atente-se às taxas de administração e performance: quanto menor a taxa, maior será o seu lucro. Mas posso lhe adiantar que normalmente as taxas dos fundos imobiliários são bem menores do que do fundos convencionais. Por ser negociado em bolsa de valores, existem algumas corretoras que cobram a taxa corretagem. Contudo, hoje em dia já existem várias corretoras que não cobram. Dê preferência a elas! Viu como é simples investir em fundos imobiliários? Mas antes de escolher um fundo imobiliário para chamar de seu, preste muita atenção nesses pontos: localização, qualidade dos imóveis, taxa de vacância e inadimplência e liquidez. São dados muito importantes na hora de escolher qualquer fundo imobiliário para compor sua carteira de investimentos. Vale ressaltar que esses são investimentos em renda variável. Portanto, são indicados para investidores que possuem horizonte de médio/longo prazo e perfil de moderado a agressivo, tolerante a oscilações como todo investimento em renda variável. Por isso, é muito importante respeitar a sua tolerância ao risco. Porque, como já disse em outros artigos: “não existe rentabilidade que pague a sua tranquilidade, respeite o seu perfil.” No nosso próximo encontro vamos começar aprender sobre “Ações”, que tal se tornar sócio de uma empresa? Te espero, hein! Até lá!
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content