Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Oi TIM Telefônica

ANÁLISE – Compra da Oi por Telefônica e TIM é bom negócio para todas, mas tempo dirá quem é maior beneficiado

11 março 2020 - 10h44Por Eduardo Guimaraes

As operadoras de telecomunicação Telefônica Brasil (VIVT4) e TIM (TIMP3) formalizaram na terça-feira (10), após o fechamento do mercado, seu interesse em comprar as atividades de telefonia móvel do Grupo Oi. As negociações podem envolver toda a operação ou partes dela. O banco americano Merrill Lynch Bank of America é o assessor financeiro contratado do grupo Vivo/TIM. A notícia é boa para os acionistas das três empresas e esperamos impacto positivo nos preços das ações no curto prazo. Porém, no médio prazo e longo prazos, serão as condições e a precificação do negócio que vão definir quais serão os acionistas mais beneficiados. Em resumo, tudo vai depender do preço da transação de compra da divisão móvel de Oi, que está bastante pressionada por endividamento e necessidade de investimentos. Para a Vivo e para a TIM, o segmento móvel da Oi significa uma ampliação da sua participação de mercado, bem como a expansão nas regiões Norte e Nordeste, menos exploradas pelas companhias. Para a Oi, a venda significará uma grande oportunidade de gerar caixa e continuar honrando o serviço da sua dívida e seus investimentos no segmento de fibra ótica, que é a peça chave e grande aposta da companhia para voltar a ser competitiva. O movimento de unificação das ações da Telefônica Brasil, anunciados ontem, sinaliza que a Vivo poderá envolver ações na proposta de compra.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: