quinta, 02 de dezembro de 2021
ações do pão de açúcar

Ações do Pão de Açúcar podem trazer retorno melhor que o Ibovespa no curto prazo

31 outubro 2019 - 12h15Por Eduardo Guimaraes
O grupo Pão de Açúcar (PCAR4) divulgou ontem (30) o seu resultado para o terceiro trimestre de 2019. As vendas somaram 14,6 bilhões de reais, um bom avanço de 9,5% em comparação com o mesmo período de 2018. No conceito Mesmas Lojas (Same Store Sales, SSS), esse número vai para 4,5%. Esse resultado é impactado pelo desempenho fraco das lojas do Grupo Pão de Açúcar. Os números vieram um pouco acima do esperado, nada que possa surpreender tanto os investidores. Assim, esperamos um desempenho das ações do Pão de Açúcar (PCAR4) um pouco melhor que o Ibovespa no curto prazo. O maior destaque do resultado ficou por conta da marca de atacarejo Assaí. O crescimento das vendas foi de 18,9% no período quando comparado com o terceiro trimestre de 2018. No conceito Mesmas Lojas (SSS) esse número chega a 3,3%. Tal valor fica acima da média do mercado e, assim, aumentou o market share do Assaí no atacarejo. Dessa forma, as vendas do Assaí passaram a representar mais da metade do total do GPA. Já o multivarejo cresceu 0,3% no conceito Mesmas Lojas, e apenas 0,8% no total. Podemos considerar esse resultado razoável por conta do cenário de baixa inflação alimentar, fraca recuperação econômica e o fato de consumidores estarem migrando seus padrões de consumo para os atacarejos. Além disso, outro ponto positivo foi o crescimento de mais de 30% nas vendas via omnichannel. O Pão de Açúcar continua desenvolvendo sua parte de tecnologia, expandindo os modelos "Express" e "Clique e Retire". Ademais, está expandindo a atuação do aplicativo de entregas James para outras cidades e melhorar a experiência dos usuários nos seus aplicativos de desconto. A receita líquida totalizou 13,5 bilhões de reais no trimestre, crescimento de 10,3% em relação ao mesmo período de 2018. O desempenho das vendas mesmas lojas já haviam sido divulgado, com crescimento de 1,5 no trimestre. A geração bruta de caixa operacional medida pelo Ebitda Ajustado somou 995 milhões de reais um crescimento de 10% sobre o mesmo trimestre do ano passado. Contudo, a dívida líquida pelo Ebtida é negativa em 0,86%. Ou seja, a empresa apresenta mais recursos em caixa do que dívida. É importante lembrar que parte dos recursos que estão no caixa da companhia irão ser utilizados para a aquisição das ações da Éxito em uma OPA que já foi anunciada ao mercado. Com isso, o lucro líquido totalizou 216 milhões de reais no trimestre, um resultado 42,8% superior ao do mesmo período do ano passado, em função principalmente pelos melhores resultados do Assaí e dos resultados financeiros, impactados pelo alto volume de dinheiro no caixa da companhia (dinheiro destinado ao fechamento de capital do Éxito que fica no caixa aplicado em títulos de renda fixa). Por fim, esperamos que os resultados da companhia continuem mostrando uma gradual melhora e sejam alavancados quando o cenário macroeconômico brasileiro melhorar. 
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content