terça, 07 de dezembro de 2021
quero-quero guide

Guide vê Lojas Quero-Quero com otimismo e define preço-alvo a R$ 21,00

21 outubro 2020 - 20h12Por Redação SpaceMoney

Nesta quarta-feira (21), a Guide Investimentos divulgou o primeiro relatório de cobertura das Lojas Quero-Quero, varejista voltada para os segmentos de casa e construção que entrou na bolsa em agosto deste ano.

A Guide projetou um preço-alvo de R$ 21,00 para as ações, por acreditarem que "as oportunidades superam os riscos de falha da operação", considerando um múltiplo de EV/Receita de 2,25x em 2021. 

Ao final do pregão desta quarta (21), os ativos da Quero-Quero (SA:LJQQ3) eram negociados a R$ 15,65, após sofrerem forte queda de 4,28% mais cedo.

Veja os fatores que influenciaram os mercados hoje

Visão da Guide 

Entre os pontos positivos do relatório quanto ao crescimento da companhia, alguns merecem destaque: 

  1. A varejista está concentrada em pequenas e médias cidades (até 300 mil habitantes) no Sul do país. Para a Guide, isso faz com que sua concorrência não seja muito agressiva, já que normalmente são lojas de menor porte — ou seja, não têm a escala e a capacidade de oferta de crédito da Quero-Quero;
  1. No 2º trimestre de 2020, a receita bruta da companhia foi de R$ 1744 milhões, sendo que 74% do faturamento vêm da frente de Varejo, com foco em materiais de construção e eletrodomésticos. A Guide considera o segmento resiliente, por esse mercado ser fragmentado no Brasil e por acompanhar o setor de Construção Civil, com a realização de construções e obras;
  1. 5.400 cidades do Brasil se enquadram nos padrões estabelecidos para abertura de lojas da empresa, que englobam aproximadamente 127 milhões de habitantes;
  1. O número de lojas tem crescido desde 2018, apresentando altos retornos;
  1. Possibilidade de desenvolver o omnichannel,, ainda muito pouco explorado pelo setor, já que os clientes têm o hábito de pedir sugestões dos funcionários para medidas e produtos.

Você pode ler o relatório completo neste link.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content