Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
finançaspessoais

Guedes: reforma administrativa e autonomia do BC são prioridades

09 março 2020 - 11h29Por Redação SpaceMoney

Em rápida conversa com os jornalistas na manhã desta segunda-feira (09), o ministro da economia, Paulo Guedes, comentou a queda dos mercados acionários e o desempenho abaixo do esperado da economia brasileira, afirmando que as reformas ainda em discussão, como a administrativa e a tributária, ajudarão o país a recuperar o crescimento. "Temos de manter absoluta serenidade e a melhor resposta à crise são as reformas. Se fizermos as coisas certas, o Brasil reacelera. Se fizermos as coisas erradas, o Brasil piora", declarou Guedes. Segundo o ministro, a prioridade é a reforma administrativa, que está em vias de ser enviada pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional. “Vamos mandar essa semana ainda a reforma administrativa, ou assim que o presidente chegar lá de fora. Vamos transformar essa crise em crescimento. Vamos transformar essa crise em empregos”, disse o ministro. Sobre o dólar, que nas últimas semanas vem se valorizando frente ao real, Guedes voltou a afirmar que, com as reformas e os juros mais baixos, é normal esperar que a divisa dos EUA fique em uma “faixa mais alta”. “A ideia é a seguinte: o Brasil agora tem juros mais baixos, juros de equilíbrio mais baixos, e o câmbio de equilíbrio mais alto. Só que o câmbio é flutuante. Tem coronavírus, tem crise, a reforma não está andando, ele sobe. A reforma está andando, ele desce. Então, o câmbio vai flutuar”, explicou o ministro. Guedes também ressaltou que o dólar "é um problema do BC", o Banco Central do Brasil, e que, se as reformas avançam e o mercado está tentando comprar divisas, “acredito que [o BC] vá vender”. “Nós temos um BC, que aliás eu aproveito a oportunidade para dizer: vamos aprovar a autonomia do BC. Vamos aprovar essa semana”, declarou.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: