quinta, 22 de fevereiro de 2024
Paulo Guedes

Guedes: "Nós vamos oficializar a independência do Banco Central"

04 julho 2019 - 16h06Por Redação SpaceMoney

Para investidores presentes nesta quinta-feira (4) ao Expert 2019, congresso promovido pela XP Investimentos, em São Paulo, o ministro da economia, Paulo Guedes, disse que o governo pretende "oficializar a independência do Banco Central". Segundo ele, foi a autonomia do BC que permitiu a queda dos juros Selic nos últimos anos.

Comentando a aprovação do parecer do relator da reforma da Previdência, o ministro disse que agora o "governo tem dois anos para reduzir juros e simplificar impostos". Essa promessa provocou aplausos efusivos na plateia .

Guedes também afirmou que uma de suas prioridades é "desestatizar o mercado de crédito". A seguir, criticar a política de concessão de créditos dos governos Lula e Dilma. "O efeito de R$ 3 bilhões em microcrédito seria muito maior que apostar R$ 10 bilhões em um campeão nacional", completou.

Antes, o ministro disse que o descontrole dos gastos públicos foi o grande vilão da economia brasileira nos últimos 40 anos. “Isso corrompeu a democracia e estagnou a economia”, disse Guedes. O ministro declarou confiar no congresso e acreditar que a reforma da Previdência será aprovada na Câmara e no Senado antes do recesso do legislativo, previsto para começar dia 18 de julho.