Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
receita

Guedes demite Marcos Cintra, da Receita, defensor da volta da CPMF

11 setembro 2019 - 17h28Por Angelo Pavini

O secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, foi exonerado do cargo, a pedido, informou hoje o Ministério da Economia. Em seu lugar assume, interinamente, o auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto.

A demissão ocorre no dia seguinte à apresentação da proposta de criação de um imposto sobre transações financeiras, nos moldes da antiga CPMF. Cintra é um defensor histórico do imposto único, que substituiria todos os demais, e via na tributação das transações financeiras uma alternativa para evitar a sonegação. O imposto, porém, enfrenta forte resistência de parlamentares e tributaristas, por seu caráter regressivo e acumulativo, além de incentivar a desintermediação financeira. Cintra era alvo também de críticas do presidente Jair Bolsonaro, que afirmou em entrevista em agosto que ele seguia no governo “por enquanto”.

Na nota em que anuncia a exoneração do secretário, o ministério esclarece “que não há um projeto de reforma tributária finalizado. A equipe econômica trabalha na formulação de um novo regime tributário para corrigir distorções, simplificar normas, reduzir custos, aliviar a carga tributária sobre as famílias e desonerar a folha de pagamento”.

O ministério disse ainda que a proposta do governo “será divulgada depois do aval do ministro [da Economia] Paulo Guedes e do presidente da República, Jair Bolsonaro”.

O ministro Paulo Guedes agradeceu ao secretário Marcos Cintra os serviços prestados.

Com informações da Agência Brasil.

O post Guedes demite Marcos Cintra, da Receita, defensor da volta da CPMF apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: