Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
gafisa tecnisa

Gafisa amplia participação na Tecnisa, que arma contra-ataque à oferta hostil

27 agosto 2020 - 13h13Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - A Tecnisa (SA:TCSA3) comunicou ao mercado que, após o fechamento do mercado na sessão de ontem, o Bergamo Fundo de Investimento Multimercado Crédito Privado, de propriedade da Gafisa (SA:GFSA3), informou que atingiu a participação acionária agregada de 3.848.458 de ações ordinárias, correspondentes a 5,23% do total das ações ordinárias emitidas. Por volta das 12h10 desta quinta-feira as ações da Tecnisa recuavam 6,02% a R$ 12,02, com os da Gafisa perdendo 3,61% a R$ 5,07. O Ibovespa operava com leve alta de 0,03%, próximo à estabilidade. Na correspondência enviada à Tecnisa, o Bergamo Fundo declarou, ainda, que pretende exercer todos os direitos inerentes à propriedade das ações, inclusive em relação à convocação e voto em assembleias e alterações na gestão dos negócios da companhia; não detém debêntures conversíveis em ações, nem quaisquer outros  valores  mobiliários  conversíveis  em  ações  ou  que  confiram o  direito  de  subscrever  ou  adquirir ativos de emissão da companhia; tampouco quaisquer instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações ou valores mobiliários da Tecnisa; e  que não celebrou ou é parte de qualquer contrato ou acordo regulando o exercício do direito de voto no âmbito da Tecnisa ou a compra e venda de valores mobiliários.

Disputa contra fusão

De acordo com a edição esta quinta-feira da Coluna do Broadcast, do Estadão, o empresário e fundador da Tecnisa, Meyer Nigri, apelou à engenharia societária para defender seus negócios. Agora, o executivo, que tem 24% das ações, se aliou a um grupo de acionistas e passam agora a deter 33% de participação na construtora. Assim, o objetivo é erguer uma proteção contra a oferta hostil de aquisição desenhada pela Gafisa. O acordo costurado nesta semana faz com que esse grupo se comprometa não vender os papéis da Tecnisa e a votar de forma unificada nas assembleias que irão deliberar sobre uma possível combinação de negócios entre as duas incorporadoras, conforme proposta formulada pela Gafisa. A Tecnisa também publicou um longo comunicado recomendando a todos os seus acionistas a não aprovação dos itens propostas pela Gafisa.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: