Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Minério de ferro

Futuros do minério de ferro tem nova queda de 1,03% na bolsa chinesa de Dalian

18 junho 2020 - 09h04Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - A jornada desta quinta-feira foi marcada por queda nos preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para o mês de setembro deste ano, perdeu 1,03% para 765,00 iuanes por tonelada. A variação representa 8 iuanes para um total de 773,00 iuanes de liquidação da véspera. Em sentido oposto, a sessão teve como principal característica o avanço das cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias da cidade de Xangai. O contrato com mais liquidez, com data de entrega para outubro de 2020, somou 21 iuanes para 3.615 iuanes para cada tonelada. Já o segundo mais procurado, de janeiro do ano que vem, teve alta de 17 iuanes para 3.458 iuanes por tonelada. As ações da China terminaram mais fortes nesta quinta-feira, depois que as autoridades de política monetária do país garantiram aos investidores que a economia está se recuperando gradualmente da crise dos coronavírus, ao mesmo tempo em que prometeram mais reformas e liquidez para reforçar o mercado de capitais. A China vai manter ampla liquidez no sistema financeiro no segundo semestre do ano, à medida que a economia se recupera do coronavírus, mas precisará considerar retirar esse apoio em algum momento, alertou o presidente do banco central chinês nesta quinta-feira. É provável que os novos empréstimos atinjam quase 20 trilhões de iuanes (2,83 trilhões de dólares) este ano, acima dos 16,81 trilhões de iuanes registrados em 2019, e o financiamento social total pode aumentar em mais de 30 trilhões de iuanes, disse o presidente do banco central. *Com Reuters
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: