segunda, 29 de novembro de 2021
Comércio

EXCLUSIVO - Lucro do comércio cai 63% no primeiro trimestre

02 julho 2020 - 16h18Por Redação SpaceMoney

O Setor de Atacado e Varejo, que já vinha apresentando queda de 24%
nos lucros em 2019, frente a 2018, também demonstrou dificuldades no
começo de 2020. Segundo levantamento da SABE Invest, o lucro do
comércio registrou queda de 63% no primeiro trimestre do ano, frente ao
mesmo período do ano passado.  Todos os segmentos fecharam o
período com baixa nos resultados líquidos, sendo a maior delas no ramo
de vestuário (163%), seguida por alimentos (56,4%) e eletrodomésticos
(47,3%). 

A análise foi feita com base nas  demonstrações financeiras das
companhias abertas do Setor de Atacado e Varejo listadas na B3, que
tiveram seus balanços publicados até 10 de junho com o objetivo de
medir o desempenho do setor e de seus segmentos.

Ainda que a receita do setor, como um todo, tenha apresentado alta de
22,7% na média, sendo a maior no segmento de alimentos (33,1%),
seguida de medicamentos (29,4%), os resultados líquidos mais fracos no
primeiro trimestre acompanham o aumento no endividamento do setor.
A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida/EBITDA,
subiu 6,5%, chegando a 7,1 vezes, nível de perigo. Neste cenário, o
retorno do acionista (ROE) diminuiu 4,7 pontos percentuais, para 2,1%.

Destaques: Carrefour e Hypera

No primeiro trimestre de 2020, o Carrefour foi a empresa que registrou o
maior lucro, de R$ 425 milhões, seguido da Hypera (antiga Hypermarcas)
com R$ 238 milhões. Já do lado do prejuízo, o Pão de Açúcar foi o maior
do período (-R$ 109 milhões), acompanhado da B2W (-R$ 108 milhões).
Em termos de endividamentos, o maior grau anualizado partiu da Guararapes, que encerrou o trimestre com alavancagem de 13,5 vezes. Já
o maior retorno anualizado (ROE) foi conquistado pela Arezzo (14%).

As informações contidas neste(s) artigo(s) são responsabilidade da SABE Invest, parceira da SpaceMoney.

 
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content