Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Economia

Payroll nos EUA podem levar a redução de juros

06 setembro 2019 - 10h13Por Angelo Pavini
A economia americana criou 130 mil empregos em agosto, conforme dados do payroll, do Departamento do Trabalho dos EUA, número abaixo dos 170 mil esperados pelo mercado. A taxa de desemprego ficou em 3,7% da força de trabalho, estável em relação ao mês anterior. Foi o menor crescimento do emprego em três meses e um sinal de que a economia americana pode estar sofrendo os efeitos da guerra comercial com a China e do aumento de tarifas sobre produtos importados, muitos usados pela própria indústria americana ou vendidos pelo comércio. A expectativa é que o número mais fraco de emprego incentive o Federal Reserve (Fed, banco central americano) a reduzir mais os juros básicos da economia. A expectativa é de mais um corte de 0,25 ponto percentual, mas há apostas em mais um corte de 0,25 ponto. Para Pablo Stipanicic Spyer, diretor da corretora Mirae Asset, o número veio bem abaixo do esperado e amplia com força as probabilidades de um corte de 0,25 ponto no juro do Fed, ou até de 0,5%. O dólar caiu no mercado internacional após os dados, prevendo um juro menor e menor atratividade por investimentos nos EUA. Outros fatores, porém, podem influenciar a decisão do Fed. A remuneração dos trabalhadores, apesar da queda da geração de emprego, subiu 11 centavos de dólar no mês, para US$ 28,11 a hora trabalhada, ou 3,2% sobre o ano passado. Os mercados reagiram com otimismo cauteloso ao número, com o Índice Dow Jones em alta de 0,35% no mercado futuro e o Standard & Poor’s 500, de 0,39%. O Nasdaq, das empresas de tecnologia, ganha 0,28%. Na Europa, o Índice Euro Stoxx 600 sobe 0,15%, com o DAX, da Alemanha, em alta de 0,44% e o CAC, de Paris, estável. O Financial Times, de Londres, está estável também, repercutindo a crise política entre Parlamento e o primeiro-ministro Boris Johnson sobre o Brexit. Hoje também saíram dados do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro. O PIB subiu 0,2% do primeiro trimestre para o segundo, em linha com o esperado, e avançou 1,2% sobre o segundo trimestre de 2018, levemente acima do esperado (1,1%). O post Emprego nos EUA vem abaixo do esperado e pode levar a redução de juros americanos; bolsas sobem e dólar cai apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: