Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Minério de ferro

Em Dalian, futuros do minério de ferro registram queda de 3,40%

09 setembro 2020 - 09h11Por Investing.com
Por Gabriel Codas - Investing.com - A jornada desta quarta-feira foi marcada por um movimento fortemente negativo para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para janeiro do próximo calendário, perdeu 3,40% para 824,50 iuanes por tonelada, o que representa recuo de 29,00 iuanes em relação aos 853,50 iuanes de liquidação da véspera. No mesmo sentido, o fechamento da sessão de negócios teve como principal característica a desvalorização nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para o mês de janeiro de 2021, cedeu 83 iuanes para 3.658 iuanes por tonelada, enquanto que o outubro deste, caiu 64 iuanes para 3.731 iuanes para cada tonelada. O mercado acionário da China registrou a maior queda em seis semanas nesta quarta-feira após as perdas em Wall Street, com as tensões com os Estados Unidos e a queda dos preços do petróleo também contendo o apetite por risco. Alguns investidores de ações entraram em bônus em meio a sinais de controle regulatório mais duro e aumento dos rendimentos. Wall Street fechou em queda na terça-feira conforme grandes pesos de tecnologia chegaram à terceira sessão seguida de liquidação, levando o Nasdaq a território de correção. Além disso, os preços do petróleo atingiram mínimas que não eram vistas desde junho. Os investidores também estão cautelosos antes da eleição presidencial nos Estados Unidos em novembro, com expectativa de que o presidente Donald Trump aumente a pressão sobre a China como parte de sua estratégia de campanha.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: