quinta, 09 de dezembro de 2021
Ibovespa Dólar

Dólar cai ligeiramente, enquanto Ibovespa tem ganhos de mais de 1%

02 março 2020 - 16h30Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, operava com alta nesta segunda-feira (02), seguindo o movimento internacional. Por volta das 16h30, os ganhos eram de 1,81%, aos 106.060,80 pontos. O dólar comercial estava em baixa, com desvalorização de 0,03% ante o Real e cotado a R$ 4,480. Semana passada, a divisa norte-americana voltou a quebrar recordes, tocando R$ 4,50 em diversos momentos. Enquanto isso, o índice brasileiro despencou 7% na volta do carnaval, no chamado “Corona Day”, em que as bolsas mundiais sofreram com os receios em torno da epidemia de COVID-19. No último pregão, antes do fim de semana, houve recuperação, com ganhos de 1,15% no encerramento. Veja os principais fatores que influenciam o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

No Japão, o Nikkei fechou em leve alta e a Bolsa de Xangai encerrou o pregão com ganhos de mais de 3%. Na Europa, DAX 30 fechou quase estável, com perdas de 0,27%. Já o índice CAC 40 fechou com leve alta, de 44%. O FTSE 100 encerrou a sessão com ganhos de mais de 1%. Em Nova York, Dow Jones tinha alta de 2,78%. Já o S&P 500 tinha alta de mais de 2%, assim como a Nasdaq.

Bancos centrais

A expectativa é de que os bancos centrais ao redor do mundo atuem para mitigar os potenciais efeitos do coronavírus na economia. Na sexta-feira, o Federal Reserve, autoridade monetária nos Estados Unidos, alertou para os riscos do surto de coronavírus e afirmou que agirá para sustentar a economia. Os bancos do Japão e da Inglaterra também se prontificaram a injetar liquidez no mercado, caso haja necessidade.

Atividade industrial na China

Os dados referentes à indústria chinesa foram divulgados no fim de semana e vieram desanimadores. Os Índices de Gerentes de Compra (PMIs) medidos pela IHS Markit/Caixin, uma companhia do setor privado, marcaram 40,3 em fevereiro, contra 51,1 em janeiro.

Coronavírus

Foi confirmada a primeira morte pelo vírus nos Estados Unidos, enquanto o Brasil registrou seu segundo caso. Assim como na primeira ocorrência, o paciente viajou recentemente à Itália. Além disso, são mais de 250 suspeitas da doença no país, concentradas na cidade de São Paulo. No mundo, são mais de 80 mil casos, espalhados em 58 países, e 3 mil mortes pelo COVID-19, segundo dados da Organização Mundial da Saúde.

Dados econômicos

O Boletim Focus, compilado semanal do Banco Central com as expectativas do mercado, foi divulgado na manhã de hoje. Para o PIB, a estimativa, que era de 2,20%, caiu para 2,17%. A projeção para a Selic manteve-se a 4,25%, enquanto para a inflação, medida pelo IPCA, houve recuo de 3,20% para 3,19%. Leia mais: Projeções do PIB e do IPCA caem novamente no Boletim Focus Hoje também saiu o resultado da balança comercial brasileira para a terceira semana de fevereiro: superávit de US$ 520 milhões. Na comparação com o mesmo período de 2019, houve aumento de quase 5% nas exportações. Leia mais: Balança comercial tem superávit na 3ª semana de fevereiro

Balanços

Depois do fechamento do pregão de hoje, a MRV e a Vulcabras revelam seus números para o quarto trimestre de 2019. Amanhã, antes da sessão, é a vez da BRF. A semana também tem os balanços de empresas como CCR, Natura e Hypera no calendário.  
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content