quinta, 02 de dezembro de 2021
IBOVESPA AO VIVO

DÓLAR TEM 7ª ALTA SEGUIDA, COTADO A R$ 5,37; IBOVESPA REGISTRA GANHOS DE 0,6%

18 junho 2020 - 17h32Por Redação SpaceMoney

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, fechou o pregão desta quinta-feira (18) em alta, se descolando dos índices do exterior.

Ao final da sessão, os ganhos foram de 0,6%, aos 96.125 pontos.

Enquanto isso, o dólar fechou o 7° dia consecutivo em alta. A moeda norte-americana registrou valorização de 2,1%, cotada a R$ 5,371.

Veja os principais fatores que influenciaram o mercado financeiro na sessão de hoje:

Mercados internacionais

Ásia (encerrados)

  • Nikkei 225 (Jap): 0,45% ↓
  • Shangai Composite (Chi): 0,12% ↑

Europa (encerrados)

  • DAX 30 (Ale): 0,81% ↓
  • FTSE 100 (Ing): 0,47% ↓
  • CAC 40 (Fra): 0,75%

EUA (encerrados)

  • Dow Jones: 0,15% ↓
  • S&P 500: 0,059% ↑
  • Nasdaq: 0,33% ↑

Copom

O Comitê de Política Monetária do Banco Central anunciou ontem a nova taxa básica de juros, a 2,25%, dentro das expectativas do mercado.

Leia mais: Copom corta Selic em 0,75% e taxa vai a 2,25% ao ano

IBC-Br

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), lido com a prévia do PIB, apresentou queda de 9,73% em abril. O número veio um pouco abaixo do consenso Bloomberg, que indicava uma queda de 10,2%. Em março, o IBC-Br apresentou recuo de 5,9%.

Desemprego nos EUA

As novas solicitações de seguro-desemprego nos Estados Unidos somaram 1,5 milhão na semana passada, acima do previsto nas projeções de 1,3 mi. No início de maio, as solicitações atingiram 24 milhões em uma semana, mostrando o impacto da pandemia no mercado de trabalho norte-americano.

Leia mais: Pedidos de seguro-desemprego atingem 1,5 mi nos EUA, acima do consenso

Política

No ambiente político interno, foi repercutida a prisão do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, procurado numa investigação que apura lavagem de dinheiro no gabinete. Ele foi preso hoje de manhã em Atibaia (SP), escondido em um imóvel que pertence ao advogado do filho do presidente.

Leia mais: Ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz é preso em SP

Além disso, o final da tarde contou com o anúncio de que o então ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixou a pasta. A imagem do ministro se desgastou com as críticas ao STF em reunião ministerial de 22/04, entre outros episódios.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content