segunda, 06 de dezembro de 2021
China

Dólar fecha com alta de 0,89% e Ibovespa sofre leve queda

23 julho 2019 - 17h37Por Redação SpaceMoney
Devido a notícias sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China e à grande espera por corte de juros no mercado norte-americano e na Europa, o dólar comercial encerrou esta terça-feira (23) com valorização de  0,89% frente ao real, cotado a R$3,77. Além disso, ao longo do dia, o dólar comercial atingiu sua maior valorização diária (1%) em mais de um mês. Já o Ibovespa encerrou esta terça-feira (23) com leve baixa, totalizando 103.704,28 pontos. A desvalorização de 0,24 % pode ser explicada pelo possível limite de saque de R$ 500 por conta do Fundo de Garantia sobre Tempo de Serviço (FGTS) neste ano. Esse valor frustraria as expectativas do mercado de uma injeção de ânimo na economia. Alta do dólar A valorização do dólar pode ser explicada pelas decisões de política monetária que estão por vir nos Estados Unidos e na Europa. Na próxima semana, o Federal Reserve pode cortar a taxa de juros básicos dos EUA em 0,25 ponto percentual, o que seria uma redução abaixo das expectativas anteriores. Também é especulado que o Banco Central Europeu pode efetuar corte 0,10 ponto percentual em sua principal taxa de juros nesta quinta-feira. No exterior, o dólar também se valoriza pelo otimismo atrelado à disputa comercial entre EUA e China, após Trump se reunir com executivos de empresas de tecnologia e aceitar o pedido deles para conceder licenças do Departamento de Comércio para a chinesa Huawei. Piores desempenhos das ações As ações fecharam em queda no pregão de terça-feira, com perdas nos setores de Materiais básicos, Consumo e Finanças, levando as ações a uma baixa. O pior desempenho da sessão foi das ações da Cielo SA (CIEL3), que caiu 3,14% ou 0,22 pontos, com os papéis sendo negociados a 6,78 em seu fechamento. Smiles Fidelidade SA (SMLS3) recuou 2,76%, ou 1,00 pontos, terminando em 35,26, e Qualicorp SA (QUAL3) diminuiu 2,47%, ou 0,57 pontos, para 22,53. Melhores desempenhos O melhor desempenho da sessão no Índice Bovespa veio das ações da JBS SA (JBSS3), que subiram 3,30%, o que corresponde a 0,82 pontos, sendo negociadas a 25,67 no fechamento do pregão. Enquanto isso, as ações da IRB Brasil Resseguros SA (IRBR3) adicionaram 3,24%, ou 2,99 pontos, terminando o dia em 95,24, e as da Ultrapar Participacoes SA (UGPA3), que avançaram 2,43%, ou 0,47 pontos, no final das operações com 19,82. As ações em queda superaram os papéis com resultados positivos na Bolsa de valores de BM&FBovespa com uma diferença de 262 a 252, enquanto 22 terminaram sem alterações. O CBOE Brazil Etf Volatility, que mede a volatilidade implícita das opções do índice Bovespa, acrescentou 0,91%, para 27.84. O par USD/BRL subiu 0,92% para 3,7746, enquanto o par EUR/BRL avançou 0,37%, para 4,2077. O Índice Dólar Futuros, por sua vez, diminuiu 0,51% em 97,435. Com Investing.com, G1 e Reuters
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content