Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
d1000 valorização

d1000 tem nova forte valorização, mas segue com 10% de perdas desde o IPO

23 setembro 2020 - 16h09Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - Pelo terceiro dia consecutivo, as ações da d1000 (SA:DMVF3), varejista do setor farmacêutico, registra forte valorização na bolsa paulista. Nesta quarta-feira, o movimento é menos expressivo dos das sessões anteriores, mas também é reflexo da recomendação de compra feita pela XP Investimentos, que fixou preço-alvo de R$ 20,50 ao iniciar a cobertura dos papéis.

Na segunda-feira, a valorização foi de 15% e de 13,91% na terça-feira. Na jornada de hoje, por volta das 16h02, os ganhos eram de 5,95% a R$ 13,88. Apesar disso, desde a estreia na bolsa, em 11 de agosto, as perdas acumuladas são de 10,72%.

Os analistas explicam que a companhia é a nona maior varejista farmacêutica do Brasil, com 0,9% de participação de mercado, com R$ 1,1 bilhão em faturamento anual e 188 lojas em quatro estados. A companhia é resultado de três aquisições realizadas desde 2013 pela Profarma (SA:PFRM3) – acionista controlador da companhia e segunda maior distribuidora farmacêutica do país.

A cisão da unidade de varejo foi concluída em 2016 e daqui para frente, após seu recente IPO, a d1000 está bem capitalizada e pronta para acelerar o ritmo de crescimento. A tese de investimento está baseada em três principais pilares: progresso no processo de recuperação operacional da empresa; aceleração do processo de abertura de lojas; risco-retorno assimétrico.

A corretora também destaca os principais riscos à tese, sendo Execução, dada a ambição da administração de mais do que dobrar sua base de lojas em 5 anos, ao mesmo tempo em que mantém níveis superiores de faturamento e rentabilidade por nova loja, Concorrência no formato popular, dado que alguns dos principais varejistas farmacêuticos nacionais já manifestaram interesse em explorar com maior intensidade este segmento – em especial na região sudeste, e Liquidez ainda relativamente baixa das ações (R$ 8,0 milhões negociados diariamente, em média).

Leia mais sobre a d1000: https://spacemoney.com.br/d1000-salta-29-em-dois-dias-xp-tem-recomendacao-de-compra/

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: