Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
CVC balanço prejuízo

CVC cai mais de 2% após apresentar balanço do 1º tri com prejuízo de R$1,1 bi

01 outubro 2020 - 15h42Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - As ações da CVC operam com importante queda nesta quinta-feira, depois da companhia reportar em balanço que sofreu prejuízo de R$ 1,15 bilhão no primeiro trimestre, ante resultado positivo de cerca de R$ 50 milhões no mesmo período de 2019, impactada por grande baixa contábil derivada dos efeitos da pandemia de covid-19 sobre o setor.

A companhia, que vem trabalhando na divulgação de seus resultados desde constatar distorções contábeis, havia informado no início de setembro que encerrou 2019 com prejuízo de R$ 4 milhões.

Com isso, por volta das 15h40 os ativos da companhia (SA:CVCB3) registravam desvalorização de 2,6% a R$ 15,71.

A CVC afirmou que excluindo efeitos não recorrentes que incluíram baixa contábil de 637,5 milhões de reais e provisão para perda de créditos fiscais de 302,7 milhões, o resultado do balanço dos três primeiros meses do ano teria sido de prejuízo líquido aproximado de 73 milhões de reais.

A baixa contábil referiu-se à “a redução significativa nas operações da companhia e de suas controladas ao longo de 2020 e as incertezas acerca das perspectivas de retomada das atividades do setor de viagens e turismo”, afirmou a CVC no balanço.

“O desempenho da companhia nos meses de janeiro e fevereiro estavam em linha com o cenário projetado para o ano, porém março chegou e com ele a enorme tempestade causada pela pandemia.”

A receita líquida de vendas da CVC no primeiro trimestre caiu 18% na comparação anual enquanto as despesas operacionais cresceram 12,7%.

A CVC terminou março com patrimônio líquido negativo em 148,1 milhões de reais em comparação a um saldo de 799,2 milhões no fim de 2019.

O total disponível caixa e equivalentes ficou em 606 milhões de reais ante 365,7 milhões no final do ano passado. Porém, a linha contas a receber caiu de 3 bilhões para 2 bilhões de reais no período.

Em relatório sobre o balanço, a KPMG cita “incerteza relevante relacionada com a continuidade operacional” da companhia e que “os planos da companhia consistem substancialmente em realização de aumento de capital e negociação com os debenturistas para repactuação dos vencimentos previstos para 2020”.

Executivos da empresa vão falar sobre os rumos da CVC na tarde desta quinta-feira em teleconferência sobre o resultado do primeiro trimestre.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: