Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Consignações

Consignações crescem cerca de R$ 20 bilhões em meio a pandemia

13 agosto 2020 - 11h10Por Redação SpaceMoney

A fintech Zetra, líder no segmento de benefícios com desconto em folha, registrou aumentos expressivos na oferta de crédito consignado, por meio do Portal eConsig, plataforma líder na gestão de consignados no Brasil, no primeiro semestre de 2020. O valor total emprestado cresceu 57%, com acréscimo de quase R$ 20 bilhões, em relação ao mesmo período do ano passado. Já o número de novos contratos realizados aumentou em quase 30%.

Para o economista Flávio Náufel, presidente da Zetra, o aumento na aquisição de empréstimos consignados demonstra um comportamento natural dos consumidores devido aos compromissos sazonais como o IPVA, o IPTU e as demandas escolares. Há também uma grande influência do imprevisível novo coronavírus (Covid-19).

"A maior adesão a empréstimos descontados diretamente no salário demonstra um comportamento do consumidor frente aos gastos do início do ano, como materiais escolares, somado a fatores externos como a pandemia da Covid-19. Além disso, os números sugerem que as famílias continuam buscando a linha de crédito consignado em razão de menores taxas, especialmente, no atual cenário de redução da Selic", analisa. 

O uso de desconto em folha como forma de benefício é uma prática regulada pelo Banco Central e muito difundida entre as empresas como um meio de beneficiar seus empregados, e potencializar seus salários. Instituições públicas também ofertam a modalidade à servidores,  aposentados, e pensionistas. A única condição exigida por lei é que o valor descontado não ultrapasse o limite de 35% do valor dos benefícios ou da remuneração mensal do contratante. 

Comportamento nacional

O última pesquisa nacional da fintech Zetra, apontou como a utilização do crédito consignado faz parte da perspectiva das pessoas. O crédito consignado é um dos benefícios mais desejados por profissionais de empresas pública e privadas. Em maio de 2019, a empresa consultou 800 empregados de empresas públicas e privadas. Destes, 84% dos trabalhadores brasileiros afirmam não terem recursos para arcar com uma emergência financeira (como crises) que supere os R$ 10 mil.

O estudo mostra que 89% dos entrevistados avaliam o crédito consignado como uma importante oferta de benefício. No entanto, 70% dos entrevistados disseram que não têm acesso ao serviço nas empresas onde trabalham. "Por isso, além da oferta de planos de saúde, as empresas precisam se preocupar cada vez mais com a saúde financeira dos trabalhadores por meio da oferta de crédito com taxas mais baixas em momentos que ele precisar", destaca o economista.  

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: