Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
petróleo eua

Investidores mantêm petróleo dos EUA acima de US$ 30 o barril

18 maio 2020 - 17h21Por Investing.com

Por Barani Krishnan

Investing.com - Determinados a não permitir que os horrores dos preços abaixo de zero na expiração do contrato no mês passado se repitam, os touros no petróleo dos EUA elevaram o atual contrato futuro de junho para acima de US$ 30 por barril na segunda-feira (18), antes do novo contrato futuro, de julho, que entra em vigor quarta-feira.

"É difícil prever o vencimento do WTI, mas o financeiro (interesse aberto) e o fundamental (estoques em declínio de Cushing) parecem mais saudáveis ​​para esse vencimento", disse Olivier Jakob, fundador da consultoria de risco de petróleo PetroMatrix de Zurique, Suíça.

O contrato de junho para o petróleo WTI, negociado em Nova York, que expira na terça-feira, era negociado em alta de US$ 2,39, ou 8,1%, a US$ 31,82 por barril.

O WTI de julho, que o Investing.com já está citando como atividade spot no mês devido à grande mudança de volume antes da rolagem de terça-feira, subia US$ 2,13, ou 7,2%, para US$ 31,65.

O prêmio do WTI de junho em relação ao de julho também significou que não havia mais um incentivo para os traders comprarem petróleo agora e armazenarem para vender mais tarde a um preço melhor. Tal incentivo, conhecido no mercado de petróleo como contango, pesou bastante no contrato passado, durante o auge da pandemia de coronavírus, quando milhões de barris de demanda por petróleo foram perdidos da noite para o dia. Exatamente há um mês, o contrato anterior do WTI, de maio, caiu para US$ 37 negativos por barril, explodindo seu contango para o mês sucessivo.

O interesse aberto de segunda-feira no WTI de julho, como mencionado por Jakob, da Petromatrix, foi de 308.328 contratos contra os 248.158 do WTI de agosto - fazendo com que os riscos dos contratos futuros de um mês ainda façam barulho.

Além do lado positivo do WTI, o Seevol.com registrou uma queda de 5,5 milhões em estoques de petróleo na semana passada em Cushing, Oklahoma, centro de armazenamento de petróleo entregue de contratos vencidos do WTI. Isso ocorreu após o declínio de 3 milhões de barris da semana anterior.

[better-ads]

Os estoques de Cushing estavam crescendo tão rápido quanto 5 milhões de barris por semana até abril, provocando especulações de que o hub, com capacidade para 76 milhões de barris, ficaria sem espaço antes do final deste mês. O medo de uma lotação máxima de Cushing estava entre os fatores que levaram os futuros do WTI aos preços negativos do mês passado.

O Brent, benchmark global negociado em Londres para petróleo, subia US$ 2,31, ou 7%, em US$ 34,87.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: