Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Marfrig

China suspende importação de carne brasileira por caso de vaca louca em Mato Grosso

04 junho 2019 - 09h36Por Angelo Pavini
A Marfrig divulgou fato relevante informando que foi notificada hoje, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), sobre um caso atípico que Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), a doença da vaca louca, no estado do Mato Grosso, resultando na suspensão temporária de emissões de certificados sanitários para exportação de carne bovina para República Popular da China. Ainda de acordo com o Ministério, essa suspensão tem como base um protocolo bilateral de inspeção e qualidade entre os dois países. De acordo com a OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), o Brasil mantém seu status de risco insignificante quanto a vaca louca, excluindo casos atípicos para efeito de reconhecimento do status oficial de risco do país. A doença pode ocorrer de forma espontânea em bovinos em qualquer região do mundo. A organização já determinou o encerramento do caso, sem alterar o status sanitário brasileiro, que segue como insignificante em relação a doença. “O tratamento que vem sendo dado ao caso comprova a eficiência e a transparência dos mecanismos brasileiros de rastreabilidade e de controle sanitário”, diz a Marfrig. A companhia tem na América do Sul, nove plantas habilitadas para China, sendo o Uruguai, com o maior número, com quatro habilitações, seguido do Brasil com três e Argentina com duas. As exportações da América do Sul diretas para a China representaram 3% do faturamento total da Marfrig no 1T19, sendo que o Brasil representou 0,9% do total da receita, e Uruguai e Argentina foram responsáveis por 2,1%. A Marfrig diz que acredita que a situação está dentro dos parâmetros regulares envolvendo questões sanitárias e que as exportações devem ser retomadas em breve. O post China suspende importação de carne brasileira por caso de vaca louca em Mato Grosso apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: