Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
China

China responde com novas taxas sobre produtos americanos; Futuros caem em Wall St.

23 agosto 2019 - 11h44Por Investing.com
Investing.com - A China anunciou na manhã desta sexta-feira (23) novas sobretaxas a produtos americanos a partir de 1º setembro como retaliação comercial aos EUA. É o novo capítulo da disputa comercial sino-americano. As novas sobretaxas chinesas é resposta à promessa do presidente dos EUA Donald Trump de impor uma alíquota de 10% sobre US$ 300 bilhões de mercadorias chinesas que ainda não haviam sobretaxados também em 1º de setembro. Parte das novas taxas de produtos chineses - como notebooks e smartphones - foram adiadas para dezembro pelo governo americano. Segundo Trump, foi uma medida para não prejudicar as vendas de Natal no país. Mesmo assim, alguns produtos chineses vão ter novas alíquotas a partir de setembro. O governo chinês vai impor uma sobretaxa de 5% na soja importada dos EUA. No caso do petróleo americano, a taxa será de 10%. Automóveis e autopeças também são alvo da retaliação comercial chinesa contra os americanos, mas sem revelar o tamanho da alíquota. Editorial do jornal Global Times, de Pequim, antecipou a retaliação chinesa durante a madrugada.

Quer investir em ações? Abra uma conta na XP Investimentos: online, rápido e grátis

Índices futuros

Em Wall Street, os índices futuros subiam nesta sexta-feira antes da retaliação chinesa. Os investidores montavam suas posições sob a expectativa do discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no encontro anual do banco central em Jackson Hole, Wyoming. Os comentários de Powell serão as primeiras manifestações públicas sobre política monetária desde que o banco cortou as taxas em julho. Ele estará equilibrando o desejo do presidente Donald Trump - e muitos dos mercados financeiros - por cortes agressivos nas taxas de juros, com dados recentes sugerindo que a economia doméstica ainda é robusta. A chance de um corte de 0,25 ponto percentual na taxa de juros em setembro é atualmente de 90%, com pelo menos mais um corte esperado antes do final do ano. Os futuros do Nasdaq 100 subiam 22 pontos ou 0,3% às 7h40, enquanto os futuros do Dow ganhavam 44 pontos ou 0,2% e os do S&P 500 subiram 6 pontos ou 0,2%. Com o anúncio da retaliação chinesa, houve mudança de direção. Às 09h42, os futuros do Nasdaq perdiam 43,75 pontos ou 0,57%, os futuros do Dow cediam 115 pontos ou 0,44%, enquanto os futuros do S&P 500 tinham perdas de 12,63 pontos ou 0,43%. Ações A Tesla (NASDAQ:TSLA) subia 0,4% depois que a Bloomberg informou que concordou em comprar baterias da LG Chem (KS:051910) para veículos elétricos fabricados na China. A Salesforce (NYSE:CRM) subia 7,2% depois de ter aumentado sua projeção para o ano todo, enquanto a Intuit (NASDAQ:INTU) ganhava 5,4% depois que seus ganhos ficaram melhores do que o esperado. A Hasbro (NASDAQ:HAS), estava em foco depois de cair 5,5% nas negociações após quinta-feira, após anunciar uma oferta de US$ 4 bilhões pela Entertainment One (LON:ETO), o estúdio que detém os direitos do personagem de TV infantil Peppa Pig. A HP caía 7,8% após anunciar que o respeitado CEO Dion Weisler está deixando o cargo por razões familiares. A empresa também informou que a receita de impressão caía no terceiro trimestre, provocando temores em seus negócios de maior margem.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: