Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
centauro

Centauro: Crescimento de vendas deve ser positivo em setembro, diz Goldman Sachs

02 outubro 2020 - 18h13Por Investing.com

Investing.com - Com 100% das lojas físicas reabertas e um bom momento para as vendas no e-commerce, a Centauro (SA:CNTO3) espera ver um crescimento positivo no volume total de vendas em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado. As informações foram dadas pela gestão da companhia em reunião com investidores organizada pelo Goldman Sachs, detalhada em relatório distribuído nesta sexta-feira (2).

Assim, nesta sexta-feira, as ações da Centauro fecharam em baixa de 1,22% a R$ 25,89, variando entre R$ 25,54 e R$ 26,06, com R$ 26,5 milhões de volume negociado. O preço-alvo do Goldman Sachs para os papéis é de R$ 29.

Mesmo com a reabertura das lojas físicas, a performance do e-commerce permanece forte. Agora, segundo a empresa, o objetivo é encontrar um equilíbrio entre o crescimento no volume total de vendas, os níveis de estoque e a lucratividade do e-commerce.

De acordo com a gestão da companhia, a performance das lojas físicas vem melhorando, mesmo que elas ainda operem a cerca de 85% de seu total de horas operacionais. Em setembro, os resultados, correspondentes a 90% do nível do mesmo mês do ano passado, superaram as expectativas da Centauro. A previsão do Goldman, nesse sentido, é de um crescimento relativamente estável no total de vendas para o 3T.

Nesse sentido, apesar do crescimento digital, o plano de expansão e modernização das lojas para o chamado modelo 5G permanecem intactos.

Nike

Além disso, a gestão espera que o acordo firmado com a Nike (NYSE:NKE) seja aprovado até o final deste ano. O acordo trará sinergias de logística, operações de e-commerce e penetração da marca.

A empresa destacou, no entanto, que a pandemia de Covid-19 ainda gera incertezas. Além disso, as margens devem permanecer pressionadas, pois os níveis de estoque ainda precisam ser ajustados ao longo de toda a cadeia de produção. Segundo o Goldman, ainda que venham melhorando gradualmente, as margens devem se normalizar no primeiro semestre de 2021.

Segundo o banco, fatores que fariam a Centauro ter uma performance melhor do que a esperada seriam uma aceleração na abertura ou modernização das lojas; uma performance melhor do que a esperada nas lojas modernizadas; um crescimento mais forte na receita do e-commerce; margens Ebitda mais altas; uma recuperação macro mais rápida do que a esperada e uma potencial consolidação do mercado no médio prazo, com ganhos maiores de market share.

Os riscos de uma performance pior do que a prevista, por outro lado, envolvem execução; concorrência; mudança para o online, impactando a produtividade e o retorno das lojas físicas; impostos; macro e câmbio; e um cenário de demanda continuamente fraca para bens de consumo.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: