sexta, 03 de dezembro de 2021
Balanços terceiro trimestre

Carrefour Brasil, Movida divulgam balanços após fechamento; confira estimativas

10 novembro 2020 - 17h34Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - A temporada de balanços segue com força na semana e nesta terça-feira (10), após o fechamento do mercado, mais onze empresas divulgam seus respectivos resultados para o terceiro trimestre. Banrisul (SA:BRSR6), Carrefour Brasil (SA:CRFB3), BR Distribuidora (SA:BRDT3), Sinqia (SA:SQIA3), Santos Brasil (SA:STBP3), Movida (SA:MOVI3), Mitre (SA:MTRE3), Eternit (SA:ETER3), Log-in (SA:LOGN3), Allpark (SA:ALPK3) e Sequoia (SA:SEQL3) reportam após às 18h00, pelo horário de Brasília. Não há nenhum balanço previsto para a manhã de quarta-feira (10).

Por volta das 16h57, enquanto o Ibovespa operava em alta de 1,89%, aos 105.492 pontos, a maior alta entre estas empresas era da BR Distribuidora, que subia 4,57%, a R$ 22,87; seguida por Banrisul (+3,09%), a R$ 13,33; Allpark (+2,05%), a R$9,95; Mitre (+1,58%), a R$ 14,14; Movida (+1,24%), a R$ 19,53; Santos Brasil (+0,93%), a R$ 4,36.

Na ponta oposta, Sequoia liderava as perdas, em baixa de 3,39%, a R$ 13,98, seguida por Eternit (-2,48%), a R$ 12,17; Sinqia (-1,68%), a R$ 21,71; Log-In (-1,00%), a R$ 36,54; e Carrefour Brasil (-0,70%), a R$ 19,79.

Confira as projeções do mercado para algumas dessas empresas:

Banrisul

O Banrisul deve apresentar receita de R$ 1,87 bilhão no terceiro trimestre e R$ 0,44 de lucro por ação, estimam os analistas.

Já a XP Investimentos espera um resultado acima do segundo trimestre de 2020 para o banco gaúcho por conta do menor nível de provisionamento. Os analistas da corretora destacam, no entanto, que o banco continua a ter postura conservadora em relação ao crescimento da carteira em linhas de maior risco, o que pode levá-lo a um menor nível de crescimento na carteira e um resultado ainda aquém do mesmo período no ano anterior. A estimativa para o lucro líquido é de R$ 185 milhões.

E o BTG Pactual (SA:BPAC11), que tem recomendação neutra para a ação, acredita que o lucro líquido deva alcançar R$ 213 milhões no terceiro trimestre, enquanto o consenso de mercado recolhido pelo banco de investimento aposta em R$ 164 milhões.

Carrefour Brasil

Em relação ao Carrefour Brasil, os investidores estimam o lucro por ação em R$ 0,34 e receita em R$ 17,54 bilhões. No trimestre anterior, a empresa registrou lucro de R$ 0,35 por ação e receita de R$ 16,35 bilhões.

A XP espera um trimestre de fortes resultados para o Carrefour Brasil, puxado principalmente pelo varejo alimentar. A equipe de analistas aposta em receita líquida de R$ 17,6 bilhões, lucro líquido de R$ 564 milhões, EBITDA de R$ 1,46 bilhão e rentabilidade em linha com o segundo trimestre, com uma expansão de 2,4 p.p. e 1,1 p.p. na base anual na margem EBITDA para o Varejo e Atacadão, respectivamente.

Já o BTG Pactual, que tem recomendação neutra para o papel, vê a receita líquida em R$ R$ 17,4 bilhões, o lucro líquido em R$ 722 milhões e o EBITDA em R$ 1,44 bilhão. O consenso de mercado espera lucro líquido de R$ 474 milhões.

BR Distribuidora

Os investidores estimam a receita da BR Distribuidora em R$ 21,44 bilhões, contra R$ 14,88 bilhões registrados no trimestre passado. A empresa deve mostrar ainda R$ 0,30 de lucro por ação.

O BTG Pactual estima receita líquida de R$ 22,79 bilhões para a BR Distribuidora, lucro líquido de R$ 455 milhões e EBITDA de R$ 984 milhões. Já para os analistas ouvidos pelo BTG Pactual, o consenso de lucro líquido é de R$ 112 milhões.

Sinqia

O consenso de mercado espera receita de R$ 50,97 milhões. Já o BTG Pactual espera receita líquida de R$ 55 milhões para a Sinqia, lucro líquido de R$ 3 milhões, EBITDA de R$ 9 milhões e margem EBITDA de 17%.

Santos Brasil

Analistas esperam que a companhia apresente receita de R$ 240 milhões e prejuízo líquido por ação de R$ 0,01. No último trimestre, a Santos Brasil teve receita de R$ 224,9 milhões.

Na análise do BTG Pactual, a empresa deve apresentar receita líquida de R$ 245 milhões, prejuízo líquido de R$ 16 milhões e EBITDA positivo de R$ 36 milhões. No consenso de mercado colhido pelo banco, o prejuízo líquido estimado é metade, de R$ 8 milhões, enquanto a receita líquida e o EBITDA devem alcançar, respectivamente, R$ 223 milhões e R$ 37 milhões.

Movida

Segundo o consenso de mercado, a companhia de aluguel de carros deve apresentar receita de R$ 1,05 bilhão e lucro líquido de R$ 0,09 por ação.

Já o BTG Pactual espera receita líquida de R$ 1 bilhão para a Movida, EBITDA de R$ 194 milhões e lucro líquido de R$ 36 milhões, contra consenso de prejuízo líquido de R$ 31 milhões, segundo o consenso de mercado colhido pelo banco de investimentos.

Mitre

Os investidores estimam que a Mitre deva entregar receita de R$ 124 milhões no terceiro trimestre, enquanto o BTG Pactual prevê receita líquida de R$ 116 milhões e prejuízo líquido de R$ 1 milhão. Já para o consenso de mercado reunido pelo banco, a construtora deve apresentar lucro líquido de R$ 8 milhões.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content