terça, 30 de novembro de 2021
Capital carteira fundos

Capital Research mantém carteira de fundos inalterada para outubro

20 outubro 2020 - 12h35Por Redação SpaceMoney

A Capital Research manteve a composição de sua carteira de fundos para outubro de 2020 sem realizar trocas. Um relatório, divulgado pela casa de análises na última segunda-feira (19), sugere ainda três alocações para atender a diferentes perfis de investidores: conservadora, moderada e agressiva.

De acordo com o documento, além da desvalorização de ações, setembro não foi um mês positivo para a renda fixa. Isso se deve à elevação das expectativas de juros futuros e ao aumento do prêmio de risco exigido pelos investidores. 

A casa de análises ressalta que, apesar de movimentos externos, como a queda acumulada dos índices S&P 500 e Nasdaq e a chegada das eleições norte-americanas, o cenário interno é o que mais preocupa investidores. 

O mês anterior, que começou com otimismo para os negócios após o envio da proposta de reforma administrativa ao Congresso, terminou com movimentos alarmantes do governo federal. O destaque negativo ficou com a proposta de financiar o novo programa social Renda Cidadã com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e de pagamentos precatórios.

A Capital recomenda ao investidor que sua carteira tenha sempre aplicações em fundos que estejam de acordo com o perfil de risco de cada um. O restante do portfólio deve apresentar alocação em ativos diversificados.

Reserva de emergência

Para os três perfis de investidores, a casa de análises recomenda que a parcela da carteira destinada à reserva de emergência esteja concentrada em fundos de renda fixa que buscam acompanhar a rentabilidade do CDI. Além disso, é preciso escolher fundos que  aloquem seus recursos apenas em títulos de baixo risco de crédito.

Em sua carteira, a Capital recomenda o fundo BTG Pactual Digital Tesouro Selic Simples FI RF. Para o perfil conservador a alocação é de 70%, para o moderado é de 60% e, por fim, para o agressivo é de 40%.

Renda fixa

O documento explica que, no mês de setembro, os fundos de renda fixa tiveram uma entrada de R$ 21,2 bilhões, enquanto a indústria encerrou o mês com entrada líquida de R$ 36,5 bilhões. Para a casa de análises, mesmo que a maioria dos fundos de crédito local apresentem resultados anuais negativos, mês a mês há uma sequência da recuperação gradual.

Por esses fatores a Capital indica três fundos de renda fixa que alocam recursos no Brasil: Sparta Top FIC FI RF Crédito Privado Longo Prazo, Capitânia Premium FIC FI RF Crédito Privado e AZ Quest Altro FIC FIM Crédito Privado. Juntos, os três são responsáveis por 7,5% das carteiras conservadora e moderada e 10% da agressiva.

Já na categoria de renda fixa global, é recomendado o PIMCO Income Dólar FIC FIM IE. O ativo, que está domiciliado na Irlanda, realiza seus investimentos em dólar e desempenha um papel de proteção para o portfólio. A alocação sugerida é de 5% nos perfis conservador e moderado e 7,5% no agressivo.

Multimercado

Esse tipo de fundo tem como característica políticas de investimentos que abrangem diversos fatores de risco e a rentabilidade é buscada de acordo com a previsão de variáveis, ciclos econômicos e seus impactos nos preços dos ativos.

No portfólio da Capital, três multimercados compreendem 12,5% dos recursos no perfil conservador, 17,5% no moderado e 25% no agressivo. São eles o Canvas Enduro III FIC FIM, Ibiuna Hedge STH FIC FIM e Pacifico Macro FIC FIM.

Renda variável

O mês de setembro, em decorrência tanto de notícias do mercado local como do internacional, trouxe grandes perdas para os ativos de risco. O Ibovespa, principal índice acionário brasileiro, registrou uma queda de -4,8%. No acumulado anual, as perdas chegam a -18,2%. Por essa razão, os fundos de renda variável representam apenas 5,5% da carteira conservadora, 10% da moderada e 17,5% da agressiva.

Entre as opções de renda variável brasileiras, a Capital selecionou cinco: Moat Capital FIC FIA, Real Investor FIA, Indie FIC FIA, Brasil Capital 30 FIC FIA e Equitas Selection FIC FIA. Na categoria de small caps são recomendados os fundos Trígono Flagship 60 Small Caps FIC FIA e Rio Verde Small Caps FIA.

Já para a renda variável global, o portfólio da Capital conta com os fundo S&P 500 (ETF) e Morgan Stanley Global Opportunity Dolar Advisory FIC FIA IE.

Composição: BTG Pactual Digital Tesouro Selic Simples FI RF, Sparta Top FIC FI RF Crédito Privado Longo Prazo, Capitânia Premium FIC FI RF Crédito Privado, AZ Quest Altro FIC FIM Crédito Privado, PIMCO Income Dólar FIC FIM IE, Canvas Enduro III FIC FIM, Ibiuna Hedge STH FIC FIM, Pacifico Macro FIC FIM, Moat Capital FIC FIA, Real Investor FIA, Indie FIC FIA, Brasil Capital 30 FIC FIA, Equitas Selection FIC FIA, Trígono Flagship 60 Small Caps FIC FIA, Rio Verde Small Caps FIA, S&P 500 (ETF) e Morgan Stanley Global Opportunity Dolar Advisory FIC FIA IE.

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content