sábado, 27 de novembro de 2021
Recomendações

BTG reitera recomendação de compra para as ações da Hypera (HYPE3)

Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, a receita líquida da farmacêutica disparou 50%

26 outubro 2021 - 12h20Por Redação SpaceMoney

Na segunda-feira (25), o BTG (BPAC11) publicou um novo relatório de análise sobre a farmacêutica Hypera (HYPE3), após a companhia divulgar o balanço de suas atividades referentes ao período de julho a setembro deste ano.

No material, analistas do BTG recomendam a compra das ações da Hypera, no preço-alvo de R$ 45,00 por papel até o final de 2022.

Entre os destaques, o banco enfatiza o sell-out da empresa, que subiu 13,7% em um ano, e exclui as aquisições do Buscopan e da Takeda.

Segundo o BTG, a companhia se beneficiou da integração das carteiras desses ativos gerou R$ 1,6 bilhão em receita líquida - um avanço de 50%.

Sobre o lucro líquido das operações continuadas, que cresceu 48% em um ano e  totalizou R$ 465 milhões, 8% acima da expectativas, apesar do maior endividamento, o BTG afirma: “os resultados foram sólidos conforme o esperado e, excluindo o contrato da Ontex, vemos a Hypera pronta para atingir seu guidance anual, de R$ 5,9 bilhões em receita líquida (alta de 44% a/a, beneficiada pela incorporação do Buscopan e da Takeda).

Com o Ebitda de R$ 2 bilhões e lucro líquido de R$ 1,55 bilhão, “embora reconheçamos que a margem bruta de longo prazo deve ser estruturalmente inferior à média histórica da HYPE devido a um efeito mix (maior participação de genéricos e vendas de OTC), as aquisições do Buscopan e Buscofem, o OTC da Takeda e portfólio de medicamentos prescritos, bem como 12 marcas da Sanofi permanecem o alicerce de nossa postura positiva em relação ao nome”, diz o relatório.

Tags: BTG, Hypera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content