sábado, 27 de novembro de 2021
Recomendações

BTG recomenda compra e eleva preço-alvo de ações da Tim (TIMS3) para R$ 20

Analistas acreditam que a companhia vai ser a maior beneficiada pela aquisição das operações da Oi Móvel

26 outubro 2021 - 14h24Por Redação SpaceMoney

Nesta terça-feira (26), o BTG publicou um relatório de análise sobre a Tim (TIMS3), após a companhia divulgar os números de seu balanço referentes às atividades do terceiro trimestre.

Analistas do banco recomendaram a compra de ações da Tim e elevou o preço-alvo de R$ 17,00 para R$ 20,00.

A receita do serviço móvel (RSM) da companhia totalizou R$ 4 milhões, um crescimento de 4% comparado ao mesmo período de 2020 e de 2,8% ante o segundo trimestre deste ano.

A Tim afirma que esse resultado se justifica principalmente pela dinâmica do APRU Móvel (Receita Média Mensal por Usuário), que avançou 4,4% em um ano.

O BTG vê a Tim com um atrativo valuation de 3.4x EV/EBITDA vs. 6.2x de concorrentes globais. Além disso, analistas acreditam que a companhia vai ser a maior beneficiada pela aquisição das operações da Oi Móvel.

Além disso, o relatório ressalta o acordo entre a Tim e o C6 Bank. Neste mês, a operadora obteve o direito de exercer a quarta parcela da subscrição bônus por uma participação indireta no capital da C6, com uma participação de 4,08% no banco.

Segundo os cálculos do BTG, a partir da última avaliação do banco em R$ 25 bilhões, já que o JPMorgan pagou R$ 10 bilhões por 40% do C6 em junho, estima-se que a Tim detenha R$ 1,02 bilhão em participação - cerca de 3,5% do valor de mercado.

O BTG diz que a Tim pode aumentar a sua participação total para cerca de 15%. "O JPMorgan pode, portanto, estar interessado em deixar apenas eles e os parceiros do C6 na estrutura de capital mediante oferta de compra da participação da TIM no banco. Se tal oferta for feita, a avaliação provavelmente seria de pelo menos R$ 25 bilhões", dizem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content