terça, 30 de novembro de 2021
btg petrobras

BTG reafirma Petro como top pick e prevê dividendos maiores a partir de 2021

20 fevereiro 2020 - 17h44Por Redação SpaceMoney

Apesar das perspectivas pouco favoráveis sobre o preço do petróleo, relatório do BTG Pactual divulgado na manhã desta quinta-feira (20) aponta a Petrobras como uma boa aposta para investidores, com preço-alvo a US$ 19. Para os autores da análise, isso se deve principalmente aos bons resultados no 4º semestre de 2019. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (LAJIDA), de R$ 37 bilhões no período, se encontra dentro das expectativas projetadas pelo banco. Apesar dos bons resultados, os analistas do BTG afirmam que parte do crescimento de produção de petróleo ainda não foi monetizado pela Petrobras no quarto trimestre e "permanece como inventário e registrado como exportações em andamento." As expectativas do BTG são maiores sobre a "história dos dividendos" da Petrobras, isto é, a perspectiva de  aumento da distribuição de dividendos pela companhia. A gestão da petrolífera reafirmou o objetivo de primeiro reduzir a dívida bruta para US$ 60 bilhões (ela hoje está em cerca de US$ 82 bilhões) e depois aumentar os pagamentos. Para os analistas, esse nível de endividamento pode ser atingido em 2022, considerando a continuidade na redução do capex e a entrada prevista de R$ 2 bilhões no caixa da empresa após a venda de ativos. Por isso, o BTG acredita que a distribuição de dividendos possa ser incrementada a partir de 2021. Leia mais: Petrobras registra lucro recorde de R$ 40,1 bi em 2019

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content