domingo, 28 de novembro de 2021
ações

BTG anuncia oferta de até R$ 3 bi em “units” para entrar no Nível 2

05 junho 2019 - 09h23Por Angelo Pavini
O BTG Pactual anunciou hoje uma oferta de recibos de ações (units) para aumentar a liquidez de seus papéis e permitir sua adesão ao Nível 2 de governança corporativa da bolsa B3. A oferta será restrita, apenas para investidores profissionais ou institucionais, e secundária, ou seja, de papéis que já foram emitidos e pertencem hoje a acionistas do banco. Serão vendidos 48 milhões de units, formados por por uma ação ordinária (com voto) e duas preferenciais (sem voto) do banco. Haverá ainda um lote adicional de 9,6 milhões de units e mais um lote suplementar de 7,2 milhões. Com isso, considerando o preço de fechamento do papel ontem, de R$ 46,71, os acionistas do banco estarão vendendo R$ 3,027 bilhões em units no mercado. A fixação do Preço por Unit ocorrerá em 11 de junho de 2019. O início da negociação das Units na B3 ocorrerá no 2° dia útil contado da data de divulgação do fato relevante do Preço por Unit (ou seja, em 13 de junho de 2019) e a liquidação no 3° dia útil contado da data de divulgação do fato relevante do Preço por Unit (ou seja, em 14 de junho de 2019), com a entrega das Units aos respectivos investidores. A liquidação física e financeira das Units Suplementares deverá ocorrer em até 2 dias úteis a contar da sua colocação. O BTG solicitou à B3 a adesão ao segmento especial de listagem Nível 2 de Governança Corporativa da B3 (“Nível 2” e “Adesão ao Nível 2”, respectivamente), condicionada à realização da Oferta Restrita. E convocou uma Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada em 14 de junho de 2019 para aprovar a reforma de seu Estatuto Social com a finalidade de adequá-lo ao Regulamento de Listagem do Nível 2 de Governança Corporativa da B3. Nos termos da legislação bancária aplicável, o Estatuto Social do Banco, uma vez aprovado, deverá ser homologado pelo Banco Central. De acordo com o disposto no Regulamento do Nível 2, o percentual mínimo de units em circulação (free float) que deve ser mantido pelas sociedades que aderirem ao Nível 2 é de, no mínimo, 25% do total do capital social de tais sociedades. Apesar disso, a B3 deu ao BTG tratamento excepcional para o percentual mínimo de units em circulação a serem mantidas pelo Banco, condicionado (i) à manutenção, em livre circulação (free float), de Units representativas de, no mínimo, 21% do capital social do Banco, e (ii) à recomposição do free float, conforme seja necessária, em até 18 meses, a contar da data de divulgação do fato relevante do Preço por Unit. O post BTG anuncia oferta de até R$ 3 bi em “units” para entrar no Nível 2 apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content