Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Br Malls

Br Malls tem alta; lucro cai 23,5% no 1º tri, mas fica acima do consenso

05 junho 2020 - 11h22Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Na parte da manhã desta sexta-feira, as ações da br Malls (SA:BRML3) operam com valorização na bolsa brasileira, um pouco acima dos ganhos do Ibovespa hoje. A administradora de shoppings informou, ontem após fechamento do mercado, que teve lucro ajustado de R$ 130 milhões no primeiro trimestre, queda de 24% sobre um ano antes, diante da forte queda nas vendas, impactadas severamente desde a segunda metade de março com o fechamento de todos os seus shoppings. Entretanto, o resultado ficou acima do consenso dos analistas de mercado, que projetavam lucro líquido de R$ 89 milhões. Por volta das 10h55, os papéis subiam 3,92% a R$ 11,40, com máxima em R$ 11,65. O Ibovespa registrava alta de 2,90% a 96.551 pontos. A subida dos papéis da br Malls se sustentava com a previsão da abertura de todos os shoppings administrados pela companhia para julho, à medida que os governos estaduais e municipais flexibilizem as medidas de isolamento social para combater a pandemia de Covid-19.

Mais informações do balanço

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado, caiu 11,9%, para R$ 206,7 milhões. A receita líquida somou R$ 296 milhões de reais, queda de 5,8% no comparativo anual, impactada entre outros fatores por descontos na cobrança de aluguel para lojistas. A empresa fechou março com caixa de 886,8 milhões de reais, cerca de R$ 100 milhões a mais do que no final de 2019.

Visão dos analistas

Para a XP Investimentos, os resultados da br Malls referentes ficaram acima das estimativas e do consenso de forma geral, com um lucro líquido ajustado reportado em R$ 130 milhões e um EBITDA ajustado de R$ 207 (mais de 20% acima de esperado e do consenso). Para os analistas, a diferença reflete principalmente a linearização dos aluguéis (~R$ 27 mi), receitas acima do esperado (as receitas de estacionamento e serviços vieram respectivamente 15% e 20% acima da nossa estimativa) e despesas gerais e administrativas abaixo da estimativa. Eles explicam que apesar de os resultados terem vindo acima do esperado, já refletiram parcialmente os impactos das políticas de distanciamento social nas atividades. A equipe acredita que o foco estará no monitoramento da retomada dos shoppings pós-reabertura. Atualmente, a recomendação é de Compra para as ações da brMalls, com um preço-alvo de R$ 14,5/ação.

Retomada das atividades

A administradora de shopping centers prevê que terá todas as unidades de seu portfólio funcionando em julho, à medida que governos regionais flexibilizam medidas de isolamento social tomadas em março para conter a disseminação do coronavírus. “A expectativa é de que em julho todos os empreendimentos estejam abertos ao público”, afirmou a companhia no relatório de resultados do primeiro trimestre, divulgado nesta quinta-feira. A empresa administra 29 shopping centers. A companhia afirmou que até agora já retomou a operação de 11 shoppings, ativos que representam aproximadamente 30% do NOI core (medida de resultado operacional) da empresa.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: