terça, 17 de maio de 2022
Decisão final

Bolsonaro não vai prestar depoimento à PF no inquérito sobre vazamento de dados sigilosos do TSE

O depoimento era esperado no âmbito do caso de vazamento de documentos sigilosos, como determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF)

28 janeiro 2022 - 14h04Por Redação SpaceMoney
O presidente Jair Bolsonaro em Sessão Solene destinada à inauguração da 3ª Sessão Legislativa Ordinária da 56ª LegislaturaO presidente Jair Bolsonaro em Sessão Solene destinada à inauguração da 3ª Sessão Legislativa Ordinária da 56ª Legislatura - Crédito: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu não prestar depoimento à Polícia Federal nesta sexta-feira (28). As informações são da colunista Natuza Nery, da GloboNews, com fontes de integrantes do Palácio do Planalto.

O depoimento era esperado no âmbito do caso de vazamento de documentos sigilosos, como determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Um inquérito foi aberto em agosto passado, após Bolsonaro divulgar nas suas redes sociais a íntegra de uma investigação da PF que tramitava em segredo de justiça sobre um ataque hacker aos sistemas internos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em comentário na GloboNews, fontes afirmaram à jornalista que sequer foram mobilizadas forças de segurança para garantir a proteção do presidente, o que era um sinal de que Bolsonaro pretendia ignorar a determinação de Alexandre de Moraes.

Mais cedo, o site O Antagonista afirmou que o presidente vai esperar um posicionamento do plenário do STF ou de Alexandre de Moraes sobre o recurso impetrado pela AGU.

Na visão da AGU, o STF ainda não consolidou entendimento relacionado a depoimento de presidente da República e ainda por cima esvaziou a tese da condução coercitiva. O que, na visão da AGU, faz com que o presidente da República não seja obrigado a ir depor presencialmente na sede da PF.

Com informações de O Antagonista e GloboNews.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content