Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Zeina Latif

Bolsa terá recuperação em "v torto", diz Zeina Latif

17 junho 2020 - 11h25Por Redação SpaceMoney

Para a economista Zeina Latif, os índices acionários brasileiros terão recuperação em um "v torto". "Assim como o ministro Paulo Guedes disse sobre a economia, a bolsa se recuperará em um 'v torto', lembrando o logo do Nike", afirmou ela em live organizada pela Câmara de Comércio Brasil-Líbano e apoiada pela SpaceMoney, na última terça-feira (16). 

Isso significa que a volatilidade não passou e o mercado ainda não recuperou a confiança na bolsa brasileira, que vinha em uma crescente nos últimos dois anos, até ser atingida em cheio pela crise do novo coronavírus. "Antes, tínhamos confiança na agenda de reformas", explicou a ex-economista-chefe da XP Investimentos. "Agora, o presidente Jair Bolsonaro precisa definir a agenda pós pandemia, para termos clareza sobre nossa capacidade de reação. 

Leia mais: ENTREVISTA- Protecionismo será pior no pós-crise, diz Zeina Latif

Para depois da pandemia, o ajuste fiscal deve ser prioridade, aponta Zeina Latif, mesmo com a saída de Mansueto Almeida da Secretaria do Tesouro Nacional. "Com ou sem ele, esse compromisso precisa existir", defende. "O presidente precisa abraçar as reformas para isso". Segundo a economista, não há mais espaço para cortar gastos discricionários do governo e o orçamento está comprometido com despesas obrigatórias. 

Quem ganha no pós-crise

A agropecuária é o setor mais blindado e deve sair na frente após a pandemia, acredita Zeina. "A China, apesar de tudo, ainda é muito dependente do Brasil nesse setor", lembra. Além disso, as oscilações no câmbio ajudam a preservar a rentabilidade do setor. Nos desafios para a área, pairam as questões ambientais, acredita a especialista. "Para exportar para a Europa, a imagem negativa do Brasil nesse aspecto pesa muito". 

Além disso, Latif vê uma demanda reprimida por moradia, que pode impulsionar o setor de construção civil durante a retomada. "A parte corporativa tende a sofrer", ressalva. Além disso, os setores ligados à tecnologia da informação também são uma aposta da economista, tendo em vista o leilão 5G ainda para acontecer no país. 

Renda Brasil e plano Pró-Brasil

Em meio à pandemia, o governo anunciou, entre outras medidas, dois novos programas. Na frente de combate à pobreza, o ministro Paulo Guedes anunciou o Renda Brasil, para substituir o Bolsa Família. Na avaliação de Zeina, iniciativas como essa são importantes, mas devem ser implementadas com cuidado. 

"Olhar para políticas sociais faz sentido agora, com a fragilidade do desemprego", afirmou Latif na live. "Mas é preciso pé no chão para desenhá-las, para não elevar a carga tributária e desincentivar investimentos, além de garantir a focalização em quem mais precisa".

A economista ainda comentou o plano Pró-Brasil, encabeçado pela Casa Civil, e que prevê, entre outras medidas, obras de infraestrutura e investimentos públicos, para a retomada econômica. "É muito desconectado da nossa realidade", avalia. "O Brasil não sabe fazer investimentos públicos e, além disso, é necessário um receituário muito mais amplo do que foco em infraestrutura". 

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: