quarta, 01 de dezembro de 2021
brasil

BNP Paribas reduz projeção do PIB de 2019 de 0,8% para 0,5%

05 setembro 2019 - 14h08Por Investing.com

Investing.com - O BNP Paribas (PA:BNPP) Brasil anunciou nesta quinta-feira a redução da projeção do crescimento da economia brasileira em 2019 de 0,8% para 0,5%. Há três meses, o banco francês já havia reduzido as estimativas de 2,0% para 0,8%. Para 2020, as apostas foram reduzidas de 2,5% para 2,0%.

Para José Carlos Faria, economista-chefe para América Latina do BNP Paribas (PA:BNPP), apesar da surpresa positiva dos números do PIB do segundo trimestre, os mais recentes indicadores econômicos, como a produção industrial, mostram um menor ritmo no terceiro trimestre. Na opinião dele, isso pode indicar até mesmo uma queda do PIB no terceiro trimestre.

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira, Faria destacou alguns fatores positivos, como a aprovação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, e o avanço do texto no Senado, que deve levar a uma economia acima do que era esperado. O fato é considerado positivo por melhorar as questões dos gastos público, deixando a dívida pública mais sustentável.

O economista avalia que o cenário deve fazer com que o IPCA siga abaixo do centro da meta, devendo fechar o ano em 3,5%, o que cria condições para um novo corte das tacas de juros. Faria estima que o Banco Central deve realizar novos cortes da Selic, para fechar o ano em 5,0%.

Esse cenário de juros menores, aliada com as medidas do governo para estimular a economia, devem fazer com que o PIB do 4º trimestre seja melhor com alta de 0,2%, o que é necessário para fazer com que a economia avance 0,5% no ano.

Exterior

Em relação ao trimestre passado, Faria destaca que o momento é pior do que era esperado e mais desafiador. A expectativa é de uma escalada das tensões comerciais internacionais, que deve se agravar. Outro ponto que afeta as estimativas do banco está a recente crise da Argentina, que afeta diretamente a economia brasileira.

Faria chama a atenção para o fato de que o cenário não leva em consideração uma possível imposição de barreira comercial dos Estados Unidos contra a Europa. Também não está na conta o Brexit sem acordo.

Trimestre passado

No relatório anterior, o banco francês mostrava pessimismo com a economia brasileira, projetando um avanço no PIB do segundo trimestre de 0,2%, apontando que ainda poderia ficar abaixo desse patamar.

Na ocasião, Farias apontava que os números de maio não eram animadores, o que podiam indicar uma estagnação da economia no segundo trimestre. A preocupação estava com os indicadores de produção industrial e dos setores de varejo, serviços e construção civil, além da confiança do consumidor.

O BNP Paribas (PA:BNPP) já havia anunciado em meados de maio um expressivo corte na projeção do PIB brasileiro de 2019, indo de 2,0% para 0,8%, sendo que para 2020 a redução foi de 3,0% para 2,5%.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content