terça, 30 de novembro de 2021

Bancos e frigoríficos puxam alta da bolsa; dólar também sobe

09 setembro 2019 - 12h42Por Redação SpaceMoney
Acompanhando as principais bolsas do exterior, e impulsionado pela valorização das ações de bancos e empresas de alimentos, o Ibovespa operava em alta de 0,44%, aos 103.384 pontos, às 14h07 desta segunda-feira (09). Por sua vez, o dólar comercial, que havia iniciado em baixa, passou a apresentar alta de 0,32% no início da tarde, sendo cotado a R$ 4,092. Na bolsa brasileira, a B3, o dia está marcado pela valorização dos bancos, que podem ter reduzidas as exigências de depósitos compulsórios, e das empresas alimentícias, beneficiadas pelo anúncio, pela China, de liberação de mais 25 frigoríficos brasileiros para exportação de carne. Nesta manhã, o Banco Central do Brasil (BC) divulgou mais uma edição do boletim Focus, que reúne projeções de instituições financeiras sobre indicadores macroeconômicos. O Mercado reduziu a projeção do IPCA e manteve a do crescimento do PIB de 2019. Outra notícia que animou o mercado foi o início do calendário de pagamento de R$ 500 por conta do Fundo de Garantia por Tempo e Serviço (FGTS), pela Caixa Econômica Federal. China ditando o ritmo Mais uma vez, o mercado acionário mundial reflete as notícias vindas da principal economia asiática, que pode anunciar novas medidas de estímulo para retomar o ritmo de crescimento apresentado nos últimos anos. Em meio a uma "guerra" tarifária contra os EUA, sem data para acabar, as exportações chinesas diminuíram 1% ao ano em agosto. Brexit em pauta Outro foco das atenções internacionais é o Reino Unido, que promove um debate acalorado sobre a saída do país do mercado comum europeu. Nesta manhã, o governo britânico confirmou a suspensão do parlamento ao final da sessão de hoje, uma manobra do primeiro-ministro, Boris Johnson, para forçar o Brexit sem acordo com a União Europeia.  
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content