Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
banco do brasil

Banco Central autoriza parceria entre Banco do Brasil e UBS; ações do BB caem 0,8%

25 agosto 2020 - 12h58Por Investing.com
IbovespaPor Gabriel Codas, da Investing.com - O Banco do Brasil (SA:BBAS3) recebeu autorização do Banco Central para firmar parceria com o suíço UBS nas áreas de investimentos e corretora com atuação no segmento institucional. Assim, a autoridade monetária deu aval, sem restrições para a formação da joint venture. Por volta das 12h50, as ações do Banco do Brasil caíam 0,84% a R$ 33,17, perdas maiores que as do Ibovespa. O principal índice acionário brasileiro tinha queda de 0,28% a 102.016. A autorização do BC também envolve a participação do BB, de forma direta e indireta, na UBS Brasil Serviços de Assessoria Financeira S.A., UBS Brasil Banco de Investimento S.A., UBS Brasil Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários S.A., UBS Brasil Holding Financeira S.A. e UBS Trading (Argentina), com fatia de até 49,99%. De acordo com o BB, agora inicia a etapa de formalização da parceria, que ainda depende do cumprimento de condições precedentes. Depois disso, o banco poderá anunciar a estrutura de gestão da nova empresa. A previsão inicial é que a joint venture entre as instituições entre em operação em outubro. Em reportagem sobre o assunto, o Valor destaca que a parceria do BB com um competidor privado já era esperada nos últimos anos, com o objetivo de driblar amarras que a instituição financeira tem nessa área, especialmente para atrair e remunerar talentos. No acordo, o banco vai aportar seu acesso às empresas brasileiras, enquanto o parceiro suíço tem a oferecer sua capacidade de distribuição fora do país. Com isso, essa será a primeira parceria do BB em áreas que são consideradas estratégicas e com a necessidade de melhorar a competitividade. De acordo com a reportagem, o BB ainda busca um parceiro internacional na área de gestão de recursos, mas o processo de seleção foi paralisado por causa da crise do coronavírus.

Visão dos analistas

Para a XP Investimentos, o BB possui expertise em renda fixa; distribuição no varejo; grande corretora; relacionamentos no corporate; e grande e capitalizado balanço. Porém possui um market share abaixo do justo, parcialmente devido a estrutura de empresa estatal, que possui dificuldade em contratação, demissão e remuneração/retenção; Sendo assim, os analistas consideram a parceria como positiva, apesar de já esperada devido ao anúncio ainda em 2019. Eles lembram ainda que existe uma possível parceria ser feita na gestora de recursos (asset management) do banco.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: