Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
C&A

Balanço: C&A tem perdas em dia de resultado do 2T20; veja previsões

19 agosto 2020 - 15h56Por Investing.com

Por Gabriel Codas, da Investing.com - Nesta quarta-feira, depois do fechamento dos mercados, será a vez da C&A (SA: CEAB3) dar continuidade a temporada de balanços do segundo trimestre do ano, que chega a sua fase final. A expectativa é de um resultado negativo; uma vez que o setor de varejo tem sido um dos mais impactados pela crise desencadeada pelo coronavírus.

Por ter operações majoritariamente composta por lojas físicas, a C&A deve ter um impacto maior, o mesmo devendo acontecer com a Lojas Renner (SA:LREN3), que apresenta os números no final do mês.

Por volta das 15h45, os ativos tinham perdas de 1,63% a R$ 10,23. O Ibovespa recuava 0,976% a 101.093 pontos.

Previsões para o balanço

A XP Investimentos espera um resultado fraco, essencialmente em função do fechamento de lojas no trimestre. A estimativa é de uma queda de vendas de -75,3% na comparação anual, no conceito mesmas lojas, parcialmente compensada pelo crescimento robusto da operação de e-commerce (+103,3% A/A), esperando que a operação online passe a representar 19,2% das vendas no trimestre (vs. 3,7% no 1T20).

Em relação à rentabilidade, os analistas projetam que, por conta da combinação de queda de vendas e pressão de margem bruta de 2,5p.p., o EBITDA da companhia opere no campo negativo no trimestre em -R$161 milhões (vs. R$128 milhões no 2T19). Por fim, eles esperam que a companhia tenha apresentado um prejuízo líquido de R$182 milhões no período.

Para a receita líquida, a expectativa é de R$ 309 milhões, com margem Ebtida de -51,9%.

Já o BTG Pactual (SA:BPAC11) tem recomendação de compra para os ativos. Para eles, a estimativa de prejuízo é de R$ 122 milhões, com faturamento de R$ 679 milhões, números acima da expectativa do mercado. O Ebitda deve ser negativo em R$ 34 milhões, com margem negativa de 5%.

Assim, o consenso de mercado é de receitas de R$ 319,5 milhões no segundo trimestre do ano, sendo que um ano antes foi de R$ 2,25 bilhões. Anteriormente, entre janeiro e março, as vendas totais foram de R$ 941 milhões.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: