Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Após começar com leve alta, Ibovespa Futuro tem ligeira queda

16 outubro 2020 - 09h33Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - Após iniciar a sessão desta sexta-feira com ganhos de 0,16% aos 99.315 pontos, o índice futuro do Ibovespa apresenta uma queda de 0,18% a 98.970 pontos às 09h18,  com o dólar subindo 0,3% a R$ 5,6296.

O mercado segue atento à segunda onda de coronavírus assolando os países mais importantes da Europa e parte dos Estados Unidos, o que continua a prejudicar o sentimento dos investidores nesta sexta-feira e deixa as bolsas à beira da primeira retração em três semanas.

Na Europa, expectativas de um acerto que leve a uma saída não abrupta do Reino Unido da União Europeia dão sustentação às bolsas. Há impasses, como o desejo do bloco de enquadrar os britânicos nas regras continentais para a pesca.

Nos EUA, os futuros dos índices-referência flutuam conforme os investidores avaliam o impasse político sobre a extensão dos estímulos econômicos para o combate à Covid-19. Na agenda econômica, o foco deve ficar nos dados de vendas no varejo e da produção industrial do país em setembro, assim como do Índice de Sentimento da Universidade de Michigan para outubro.

Por aqui, os temores são com o mercado de dívida pública e as crescentes necessidades de financiamento do governo federal. Os investidores continuam repercutindo a decisão do Tesouro Nacional de pressionar por recursos no leilão de ontem. A inflação, outro ponto de preocupação para a renda fixa, atrai o olhar do investidor, com a divulgação do IGP-10 para outubro.

- Cenário Interno

IGP-10

O Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) variou 3,20% em outubro. No mês anterior, o índice havia apresentado taxa de 4,34%. Com este resultado, o índice acumula alta de 17,63% no ano e de 19,85% em 12 meses. Em outubro de 2019, o índice subira 0,77% no mês e acumulava elevação de 2,97% em 12 meses.

“A desaceleração observada no ritmo de alta das matérias-primas brutas do IPA (11,17% para 5,77%), explicam o recuo da taxa do IGP (4,34% para 3,20%). O minério de ferro, commodity de maior peso no IPA, registrou queda de 0,44%, ante alta de 16,01% em setembro. Recuos importantes também foram registrados para milho (15,20% para 9,16%) e café (9,05% para -6,02%). A desaceleração do IGP não foi mais intensa devido à elevação de seus dois outros índices componentes IPC (0,46% para 0,98%) e INCC (0,80% para 1,51%). O primeiro, pressionado por gêneros alimentícios (1,37% para 2,81%) e passagens aéreas (6,97% para 54,11%), já o segundo, por materiais e equipamentos para a construção (2,03% para 3,83%)”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) variou 4,06% em outubro. No mês anterior, o índice havia registrado taxa de 5,99%. Na análise por estágios de processamento, os preços dos Bens Finais variaram de 2,56% em setembro para 2,66% em outubro. A principal contribuição para este resultado partiu do subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de 0,50% para 4,93%. O índice relativo a Bens Finais (ex), que exclui os subgrupos alimentos in natura e combustíveis para o consumo, subiu 2,82% em outubro. No mês anterior, a taxa havia sido 2,55%.

Comércio Exterior

O saldo da balança comercial de setembro no valor de US$ 6,2 bilhões foi o maior da série histórica mensal desde 2001. No acumulado do ano até setembro, o superávit de US$ 42,2 bilhões foi o segundo maior e deverá atingir até o final do ano um valor ao redor de US$ 58,5 bilhões. 

A melhora no saldo é explicada pela queda nas importações, que recuaram 25,5% na comparação interanual do mês de setembro e 14,4% na do acumulado do ano até setembro. Em sentido oposto, em termos do saldo comercial, as exportações caíram, com variação de 9,1% (setembro 2020/19) e 7,7% (jan-set 2020/19).

A recessão mundial e doméstica explica o cenário de recuo nos indicadores de valor. Em adição, a acentuada desvalorização da taxa de câmbio efetiva real ajuda a conter as importações e barateia os preços dos produtos brasileiros no comércio exterior. Entre 2019 e a média de jan-set de 2020, a desvalorização real foi de 28%. Se fizermos a mesma comparação entre 2011/jan-set 2020, a desvalorização foi de 74%. 

Covid-19

O Brasil registrou nesta quinta-feira 713 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 152.460, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Também foram notificados 28.523 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, maior contagem diária em mais de uma semana, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 5.169.386.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia, mas autoridades do Ministério da Saúde reafirmaram nesta quinta que a tendência de queda dos registros se mantém no Brasil.

- Cenário Externo

As ações europeias saltavam ante mínimas em duas semanas nesta sexta-feira, mas ainda caminhavam para perdas semanais após uma liquidação marcada por temores sobre uma segunda onda de infecções por Covid-19, incertezas relacionadas ao Brexit e dúvidas sobre mais estímulo fiscal nos Estados Unidos.

O ressurgimento de casos de coronavírus em toda a Europa alimentava temores em relação mais lockdowns abrangentes, com Londres e Paris --as duas cidades mais ricas da Europa-- novamente vivendo sob a sombra de restrições impostas pelos governos.

"Isso aumenta o medo muito real de que o que é uma medida paliativa na verdade acabe sendo algo um pouco mais longo, o que poderia causar o colapso de centenas de empresas, bem como a dizimação de uma economia já frágil", disse Michael Hewson, analista de mercado da CMC Markets.

EUA

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou à presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, que o presidente Donald Trump “interviria” com o líder republicano do Senado, Mitch McConnell, se um acordo sobre um pacote de estímulo para enfrentamento do coronavírus fosse alcançado, disse o porta-voz de Pelosi em uma série de postagens no Twitter.

A equipe de Mnuchin e Pelosi “estará trocando sugestões em várias áreas”, acrescentou Drew Hammill, porta-voz de Pelosi.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em Tóquio, o NIKKEI recuou 0,41% aos 23.410 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,94%, a 24.386 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,13%, a 3.336 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,15%, a 4.791 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançava 1,41%, a 5.914 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX subia 0,95%, a 12.823 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 ganhava 1,53%, a 4.911 pontos.

COMMODITIES

A jornada desta sexta-feira teve movimento negativo para os preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento para janeiro do próximo calendário, recuou 0,63% para 785,50 iuanes por tonelada, o que representa perdas de 5,00 iuanes em relação aos 790,50 iuanes de liquidação da última sessão.

Em sentido oposto, o fechamento da semana de negócios teve como principal característica a desvalorização nas cotações dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai. O contrato com mais liquidez, com entrega para o mês de janeiro de 2021, somou 28 iuanes para 3.632 iuanes por tonelada, enquanto que o de maio do mesmo ano, perdeu 1 iuan para 3.511 iuanes para cada tonelada.

MERCADO CORPORATIVO

- CSN (SA:CSNA3)

Um ambiente de preços maiores de aço e minério de ferro e demanda mais forte pela liga ajudou a CSN a abrir a temporada de resultados do terceiro trimestre com lucro de mais de 1 bilhão de reais, ante prejuízo de 870 milhões sofrido um ano antes.

O resultado líquido da empresa, de 1,26 bilhão de reais, também foi quase três vezes maior que o lucro obtido pela companhia no segundo trimestre, de 445,9 milhões.

A CSN, que até meados de julho projetava chegar ao fim de 2021 com uma relação dívida líquida sobre lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 3 vezes, afirmou também nesta quinta-feira que espera que a alavancagem no final do próximo ano seja de 2,5 vezes.

Há meses, executivos da CSN vinham afirmando que a empresa vai conseguir reduzir a alavancagem, que no final do primeiro semestre estava em 5,17 vezes, para o nível de 3 vezes por meio de vendas de ativos, como a usina siderúrgica alemã SWT, operações como eventual IPO de suas operações de mineração, e geração de caixa próprio.

- Petrobras (SA:PETR4)

A Petrobras iniciou a fase vinculante referente à venda da totalidade de sua participação em um conjunto de sete concessões terrestres e de águas rasas que compõem o Polo Alagoas, no Estado nordestino, informou a companhia em comunicado na noite de quinta-feira.

Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes, disse a empresa.

A produção média do polo de janeiro a setembro de 2020 foi de 2,3 mil barris por dia (bpd) de óleo e condensado e de 878 mil metros cúbicos por dia de gás, gerando 1,1 mil bpd de líquidos de gás natural (LGN).

- Tenda (SA:TEND3)

A construtora Tenda divulgou suas prévias operacionais do terceiro trimestre de 2020. E a companhia destaca os 17 empreendimentos lançados no período, melhor marca trimestral de sua história. O valor geral de vendas (VGV) destes projetos é de R$ 984,2 milhões, valor que correspondem a um crescimento de 29,3% em relação ao mesmo período de 2019, e de 56,2% na comparação com o segundo trimestre deste ano. No acumulado de janeiro a setembro, os lançamentos somam R$ 1,78 bilhão, avanço de 2,3%.

As vendas líquidas no trimestre chegaram a R$ 742,1 milhões, avanço de 38,2% na comparação anual e de 28,7% na relação trimestral. No acumulado de 9 meses, as vendas foram de R$ 1,758 bilhão, avanço de 23,5%.

Os distratos entre julho e setembro ficaram em R$ 94 milhões, aumento de 76,3% em relação ao mesmo período de 2019. A velocidade de vendas (VSO) chegou a 32,3% no terceiro trimestre, ante 28% de um ano antes.

As vendas líquidas da Tenda em número de unidades foi de 5.179, um aumento de 37% na relação anual, e de 25,4% em três meses. O banco de terrenos da companhia atingiu R$ 10,8 bilhões ao final de setembro, valor 9,5% maior que 12 meses antes.

- Aço

A produção brasileira de aço bruto em setembro somou 2,6 milhões de toneladas, alta de 7,5% ante mesmo mês de 2019, informou nesta quinta-feira o Instituto Aço Brasil (IABr).

Já a produção de laminados foi de 1,9 milhão de toneladas, 2,6% inferior no comparativo anual. A produção de semiacabados para vendas foi de 456 mil toneladas, redução de 31,9%.

As vendas internas cresceram 11,8% frente para 1,8 milhão de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi de 1,9 milhão de toneladas, 8,2% superior.

Enquanto isso, as exportações de setembro foram de 756 mil toneladas, recuo de 20,9%. Já as importações, de 142 mil toneladas, representaram queda de 22,9%.

- Klabin (SA:KLBN11)

A Klabin informou nesta quinta-feira que a Sogemar e BNDESPar fizeram acordo por meio do qual a Sogemar aceitou reduzir o valor pedido para ser incorporada pela Klabin.

Segundo o fato relevante, a nova proposta para incorporação da Sogemar prevê a emissão de 69.394.696 ações ON. Com isso, o valor para incorporação será de 274 milhões de reais. A proposta anterior era de emissão de 92.902.188 ações.

Uma assembleia de acionistas da Klabin para deliberar sobre o novo acordo foi convocada para até 15 de dezembro.

O acordo diz respeito ao valor demandado pela Sogemar, que é de membros da família Klabin, pelo uso da marca Klabin e derivadas.

- IPOs

A empresa do ramo de telecomunicações Triple Play e a incorporadora paulista One Innovation desistiram de planos de se listarem na B3 (SA:B3SA3) por meio de uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Com elas, já são 13 companhias a engavetarem projetos de captar recursos no mercado acionário brasileiro, em meio à volatilidade registrada desde meados de julho.

O movimento sublinha como o plano de buscar recursos no mercado para financiar projetos de expansão, de olho num cenário de taxas de juros em mínimas recordes no país, tem se mostrado um caminho potencialmente frustrante diante da volatilidade do mercado turbinada pelos efeitos da pandemia da Covid-19, além das incertezas político-econômicas domésticas e internacionais.

Ainda há mais de 40 companhias à espera de registro da CVM para levarem seus IPOs adiante. Duas delas, a rede hospitalar Rede D’Or e o grupo educacional Cruzeiro do Sul, submeteram seus pedidos neste mês.

- BB Seguridade (SA:BBSE3) e Banco do Brasil (SA:BBAS3)

A BB Seguridade anunciou nesta quinta-feira que seu diretor-presidente, Bernardo Rothe, renunciou ao cargo, com efeito a partir de 20 de outubro.

Em fato relevante separado, o Banco do Brasil anunciou que seu conselho de administração elegeu Rothe como vice-presidente de negócios de atacado.

Funcionário de carreira do BB, Rothe já foi vice-presidente de finanças e de relações com investidores do BB entre 2017 e 2019. Agora vai ocupar a vaga deixada por Walter Malieni, que morreu em agosto.

A BB Seguridade, braço de seguros e previdência privada do BB, informou ainda que o nome do novo presidente será anunciado “tão logo todos os trâmites sejam concluídos”.

- Magazine Luiza (SA:MGLU3)

O Magazine Luiza anunciou nesta quinta-feira a compra da plataforma de cursos ComSchool, por valor não revelado, buscando ampliar e fortalecer a capacidade de negócios dos 32 mil vendedores cadastrados em seu marketplace.

Fundada em 2008, a ComSchool oferece cerca de 200 cursos nas áreas de marketing digital, e-commerce e redes sociais. A plataforma tem cursos desde gratuitos até treinamentos de 7 mil reais. Agora oferecerá também cursos de capacitação para vendedores do marketplace, ensinando-os a gerirem seus negócios e a venderem mais.

Segundo o diretor de marketplace do Magazine Luiza, Leandro Soares, o canal servirá também para ajudar empreendedores com operações analógicas a aprenderem sobre e-commerce e negócios digitais, potencializando a base de vendedores no marketplace.

“O Brasil tem cerca de 5 milhões de vendedores com negócios estritamente físicos, e parte do nosso plano é ensinar esses empreendedores sobre comércio eletrônico e trazê-los para dentro do nosso marketplace”, disse Soares, explicando que oferecerá aos associados preços vantajosos para os cursos.

A plataforma, com 25 funcionários, seguirá dirigida pelos quatro atuais sócios, incluindo Maurício Salvador.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente da República viaja nesta sexta-feira para Guariba (SP), onde participa da cerimônia de inauguração da Planta de Biogás – Raízen, voltando em seguida para Brasília. No restante do dia, Bolsonaro não tem agenda oficial.

- Paulo Guedes

- Videoconferência com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco (fechado à imprensa);

- Videoconferência com o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues (fechado à imprensa);

- U.S Brazil Connect Summit (virtual - fechado à imprensa);

- Reunião bilateral com Laurence Fink, CEO da BlackRock (virtual - fechado à imprensa);

- Annual Meetings - XP Investimentos (virtual - fechado à imprensa).

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: