sábado, 27 de novembro de 2021
NotreDame

Após abrir em alta, NotreDame opera estável após aquisição do Grupo Santa Mônica

26 junho 2020 - 12h03Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - As ações da Notre Dame Intermédica operam com estáveis na parte da manhã desta sexta-feira, depois de divulgar fato relevante informando um acordo de intenção de compra e venda de ações e outras avenças para a aquisição da SMV Serviços Médicos, Hospital e Maternidade Santa Mônica, Incord – Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis, e do Bioimagem Diagnósticos por Imagem e Laboratório de Análises Clínicas, todos que fazem parte do Grupo Santa Mônica. Por volta das 10h55, os papéis tinham leve queda de 0,02% a R$ 66,49, com mínima a R$ 65,70 e máxima em R$ 67,34. As ações do grupo médico tinham perdas menores que o Ibovespa hoje, que recuava 0,8% a 95.212 pontos. Com a conclusão da transação, a companhia passará a deter, de forma indireta, o controle do Grupo Santa Mônica, com 89,9% das quotas da SMV Serviços Médicos; 92,0% das quotas do Hospital e Maternidade Santa Mônica; 75,2% das quotas da Incord – Instituto de Neurologia e do Coração de Divinópolis; e 86,1% das quotas do Bioimagem Santa Mônica, por R$ 233 milhões, incluindo os imóveis dos dois hospitais, que possuem mais de 28 mil metros quadrados de área construída. O preço de aquisição será pago com R$ 100 milhões à vista, em dinheiro, na data de fechamento da transação; e R$ 133 milhões em 6 parcelas iguais e anuais, descontado o endividamento líquido a ser apurado na data de fechamento e abatidas eventuais contingências. O plano de integração ainda prevê relevantes sinergias operacionais e a criação de uma nova regional da companhia no Estado de Minas Gerais.

Grupo Santa Mônica

Fundado em 1993, o Grupo Santa Mônica é o maior operador de saúde verticalizado do Centro-Oeste Mineiro. Sua área de atuação considera um agrupamento de municípios com mais de 1,1 milhão de habitantes (340 mil beneficiários de planos de saúde) e forte presença das indústrias siderúrgica e têxtil, além de um relevante mercado local de consumo e serviços, resultado da capilaridade de suas PMEs. O Grupo possui uma carteira com cerca de 41 mil beneficiários na região (88% corporativo), com duas unidades hospitalares nos municípios de Divinópolis (119 leitos) e Nova Serrana (146 leitos, em processo de início das atividades), totalizando 265 leitos (sendo 65 de UTI). O Grupo conta ainda com um parque de imagem completo (com tomografia e ressonância magnética) e laboratório de análises clínicas, além de uma operação própria de serviços de hemodinâmica. Em 2019, o Grupo Santa Mônica apresentou um faturamento líquido consolidado de R$ 89 milhões, com sinistralidade caixa de 74% e EBITDA R$ 14 milhões (margem de 15,9%). Apesar do cenário desafiador gerado pela Pandemia da COVID-19, o Grupo Santa Mônica tem apresentado em 2020 crescimento de receita (tanto em sua operação de saúde suplementar quanto na venda de serviços médico-hospitalares) e de rentabilidade, em comparação com o mesmo período em 2019
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content