segunda, 06 de dezembro de 2021

Análise Levante: Neoenergia coloca lote adicional para IPO

28 junho 2019 - 10h49Por Redação SpaceMoney
*Por Eduardo Guimarães A Neoenergia definiu o preço da sua oferta pública inicial (IPO) em 15,65 reais por ação, bem no meio da faixa indicativa de preço de 14,42 a 16,89 reais por ação. A quantidade de ações era de 208 milhões de ações ordinárias (NEOE3) na oferta base. Como a demanda foi forte, a empresa colocou parte do lote adicional, com um total de 239,25 milhões de ações, o que elevou a oferta para R$ 3,744 bilhões. A oferta é 100 por cento secundária, ou seja, os recursos da oferta vão para os acionistas vendedores atuais que são Iberdrola, Banco do Brasil e Previ. E Eu Com Isso? O preço da oferta foi definido no meio do intervalo de preço do IPO, bem próximo do preço limite em que recomendamos a entrada no IPO (preço de 15 reais por ação). As ações (NEOE3) começarão a ser negociadas no dia 1º de julho. A Levante Ideias de Investimento está sempre junto com o investidor pessoa física para avaliar se vale a pena ou não entrar nas ofertas e até que preço, com a elaboração de relatórios sobe os IPO’s de maneira isenta e sem conflito de interesses. Aqui você sempre poderá conferir os últimos relatórios elaborados pela equipe de análise da Levante, de forma analítica, séria e justa. A demanda pela oferta superou o livro de ofertas (book) em pelo menos três vezes, o que demonstrou grande interesse dos investidores pela empresa do setor elétrico com foco maior na distribuição. As ofertas de ações, ofertas subsequentes (follow-on’s) e IPO’s (Centauro e Neoenergia) já somam mais de 31 bilhões de reais em 2019, com forte participação do investidor local que levou mais da metade das ações. Mais ofertas estão previstas para o segundo semestre num montante total que pode superar outros 30 bilhões de reais: BR Distribuidora (venda de participação da Petrobras), Caixa Seguridade (IPO), venda de ações da Caixa no IRB, Vivara (IPO), Banco Pan (venda de participação da Caixa) e Banco Inter (possível oferta nos EUA). *Eduardo Guimarães é especialista em ações na Levante, empresa de recomendações, análises e carteiras de investimentos. Esta coluna é de inteira responsabilidade da Levante e não reflete, necessariamente, a opinião da SpaceMoney.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content