quinta, 02 de dezembro de 2021
Lucro

Análise Levante – ISA CTEEP (TRPL4) deve sofrer impacto após resultados mistos

31 julho 2019 - 11h14Por Redação SpaceMoney

Por Felipe Bevilacqua* A Isa Cteep divulgou os seus números do segundo trimestre após o fechamento de mercado de ontem. O resultado da companhia foi marcado por sinais mistos. Do lado positivo, o destaque ficou por conta da redução da dívida líquida (25% em relação ao fim de 2018) e do bom andamento dos projetos de crescimento. Já do lado negativo, o destaque ficou por conta de um resultado operacional mais fraco, maiores custos e um resultado financeiro pior. Esperamos impacto negativo no preço das ações (TRPL4) no curto prazo. Apesar da empresa seguir como uma das principais referências no setor em termos de desempenho, os resultados vieram abaixo do esperado e tal fato fará com que o dia seja negativo para as ações da companhia. A receita somou 692 milhões de reais, queda de -6,4 por cento na comparação com os 739 milhões obtidos no segundo trimestre de 2018. O Ebitda, métrica para observar a geração de caixa da operação, somou 599 milhões de reais, queda de -12,3 por cento em comparação com os 682,9 milhões do segundo trimestre do ano passado. O número menor ocorreu, além da receita menor, por aumento dos gastos. Os custos e despesas somaram 170,6 milhões de reais no segundo trimestre, um aumento de 40% em relação ao mesmo período de 2018 em função de gastos não recorrentes, impulsionado majoritariamente pelo crescimento dos serviços. O resultado financeiro foi negativo em R$ 49,2 milhões, número de muito maior amplitude comparado com os R$ 25,7 milhões de reais negativos obtidos no mesmo período em 2018. Com isso, na última linha do resultado, o lucro líquido do trimestre também caiu. Foram 30% de queda, indo de R$ 342,3 milhões para R$ 240,3 milhões. O lucro líquido menor ocorreu em função de um menor recebimento da RBSE (parcela da receita referente às instalações da Rede), aumento nos custos e despesas com não recorrentes, menor resultado de equivalência patrimonial e aumento nas despesas financeiras. *Felipe Bevilacqua é gestor especialista na Levante, empresa de recomendações, análises e carteiras de investimentos. Esta coluna é de inteira responsabilidade da Levante e não reflete, necessariamente, a opinião da SpaceMoney.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content