sexta, 03 de dezembro de 2021
Futuros

Futuros dos EUA mistos, com ganhos das empresas de tecnologia em foco

25 julho 2019 - 11h11Por Investing.com

Investing.com - Os futuros dos EUA estavam mistos nesta quinta-feira, uma vez que a melancolia do setor industrial competiu com relatórios mais otimistas de empresas como Facebook (NASDAQ:FB).

A 3M (NYSE:MMM) subia 3,4% depois que seu lucro ficou melhor que o esperado, enquanto a Southwest Airlines (NYSE:LUV) caía 3,3% depois de não ter alcançado as metas.

As ações de tecnologia estarão em foco após o fechamento, quando a Alphabet, controladora do Google (NASDAQ:GOOGL), Amazon (NASDAQ:AMZN) e Intel (NASDAQ:{{251|INTC}) }) publicação seus relatórios de ganhos. A Starbucks (NASDAQ:SBUX) também deve divulgar no final do dia.

O futuros do Nasdaq 100 perdia 25 pontos ou 0,3% às 8h02, enquanto o futuros do Dow ganhava 60 pontos ou 0,2% e S&P 500 futuros caía meio ponto ou 0,1%.

O Facebook (NASDAQ:FB) saltava 1,1% no comércio de pré-mercado depois que a gigante das mídias sociais divulgou um lucro que colocou sua multa de US$ 5 bilhões da Comissão Federal de Comércio dos EUA, por violações de privacidade em um contexto mais amplo. O lucro de US$ 2,6 bilhões (após uma cobrança de US$ 2 bilhões pela multa da FTC) superou as expectativas, mas os executivos alertaram que o crescimento da receita poderá desacelerar nos próximos trimestres.

Outros gigantes da plataforma da internet ainda estavam sob pressão um dia depois que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou que está investigando se grandes empresas de tecnologia estão envolvidas em comportamento anticompetitivo.

A Tesla (NASDAQ:TSLA) também subia 12% depois de ter recuado seu cronograma de lucro, ao mesmo tempo em que registrou um prejuízo líquido maior do que o esperado no trimestre.

Na frente econômica, os pedidos de seguro desemprego e as encomendas de {{ec-86||bens duráveis}} saem às 9h30.

Espera-se que o Banco Central Europeu reduza sua principal taxa de juros às 8h45 ou, pelo menos, aponte para um corte em setembro, já que pesquisas fracas sobre a Zona do Euro nesta semana, reforçaram o argumento para flexibilizar a política monetária.

O BCE seria o mais recente dos bancos centrais do mundo a aliviar a política diante de uma desaceleração no crescimento global. Espera-se que o Federal Reserve dos EUA reduza as taxas na próxima semana.

Em commodities, petróleo bruto ganhava 1% para US$ 56,45 por barril. Os futuros do ouro subiam 0,2%, para US$ 1.426,55 por onça troy, enquanto o índice dólar, que mede a força do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, ficou estável em 97,417, tendo atingido 97,510 pontos durante a noite, enquanto o governador do banco central australiano reduziu sua moeda e teme que o

Brexit sem acordo continue a pesar sobre a libra britânica.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content