Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Banrisul

Ações do Banrisul têm alta, apesar do lucro do 1º tri cair mais de 19%

12 maio 2020 - 13h01Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - O Banrisul (SA:BRSR6) registrou no primeiro trimestre de 2020 lucro líquido de R$ 257,5 milhões, o que representa uma queda de 19,5% em relação ao mesmo período do ano passado e de 35,2% frente ao último trimestre de 2019. Já o lucro líquido ajustado, que considera as despesas e as alterações extraordinárias, o recuo foi maior, de 27,7% frente ao trimestre anterior. O consenso era um resultado líquido de R$ 295 milhões. Por volta das 13h, as ações tinham ganhos de 1,84% a  R$ 12,18. De acordo com a companhia, as despesas de provisão para perdas de crédito, o avanço das receitas de prestação de serviços e de tarifas bancárias, a redução das despesas administrativas, e menor volume de tributos sobre o lucro foram os fatores que levaram ao resultado. O banco explicou que a margem financeira caiu devido à redução da taxa Selic, impactada pelas novas regras do Banco Central, e a maior dificuldade na recuperação de créditos. A queda da margem financeira foi de 6,3% frente a registrada no primeiro trimestre de 2019. No comunicado enviado à imprensa, o Banrisul cita as medidas adotadas para minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus. Entre elas, estão a prorrogação dos vencimentos de dívidas de operações de crédito já existentes, aumento de limites para a realização de transações e saques em canais digitais e a disponibilização gratuita e isenção de mensalidades de maquininhas adicionais da rede de adquirência Vero. JP Morgan O Banrisul confirmou que está em tratativas com o banco JPMorgan no Brasil visando a sua contratação para prestar assessoria financeira e estratégica no negócio de meios de pagamento e cartões, atualmente reunido na controlada Banrisul Cartões. Na véspera, a Reuters noticiou que o Banrisul está em conversas para vender seu negócio de cartões e que o banco deve contratar o JPMorgan como assessor nos próximos dias, segundo duas fontes com conhecimento do assunto. De acordo com comunicado ao mercado enviado pelo banco do Estado do Rio Grande do Sul, em resposta à reportagem da Reuters, as negociações ocorrem desde janeiro e a assessoria contratada tem por objetivo “identificar a melhor estratégia a ser adotada com relação as atividades da Banrisul Cartões”. O banco ressaltou, porém, que até o momento não foi definida nem aprovada nenhuma estratégia para o negócio, tampouco seus termos e condições, e não foi consultado qualquer potencial investidor ou parceiro comercial ou estratégico para o negócio, segundo documento à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). *Com Reuters
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: