terça, 30 de novembro de 2021
Linx Stone

Acionistas da Linx aprovam fusão com Stone; papel sobe

18 novembro 2020 - 11h40Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - As ações ordinárias da Linx (SA:LINX3) subiam 1,17% após a aprovação pelos acionistas da proposta de fusão feita pela Stone (NASDAQ:STNE).

Por volta das 11h40, o papel era negociado a R$ 36,44. O movimento ia na contramão da queda de 0,58% do Ibovespa, a 106.622. Já a Stone subia 1,33% no pré-mercado americano, a US$ 67,60. Na véspera, os papéis da Linx fecharam em alta de 2,94%, beneficiada pelas especulações sobre a aprovação do negócio antes da confirmação oficial.

Foram 97,4 milhões de ações votando a favor da operação, 34,8 milhões contra e 6,6 milhões abstenções. Também foi aprovada a dispensa da obrigação de listagem da STNE no segmento Novo Mercado da B3 (SA:B3SA3), com 63,7 milhões de votos a favor.

O CEO da Stone, Thiago Piau, afirmou há pouco que os advogados da empresa esperam ter aprovado o acordo para compra da Linx pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) entre três a seis meses. "Estamos muito confiantes de que teremos essa aprovação. Temos um market share muito pequeno na nossa indústria e nossos times são complementares".

Para a aprovação, a Stone precisava de no mínimo 87,5 milhões de ações. Os votos dos fundadores da companhia, que detêm juntos 24 milhões de ações e que foram liberados pela CVM na última sexta-feira, foram cruciais para a aprovação.

Os acionistas que não concordam com a operação terão 30 dias para exercer o direito de retirada, e receberão R$ 9,45 por ação a título de reembolso.

Com informações do Estadão Conteúdo

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Tags: Stone
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content