segunda, 27 de maio de 2024
Ações

Unipar (UNIP6): CVM absorve Luiz Barsi em processo que investigava uso de informações privilegiadas

Acionista integra o conselho de administração da empresa e detém 19% de participação

27 março 2024 - 12h35Por José Chacon
Unipar/DivulgaçãoUnipar/Divulgação - Crédito: Unipar/Divulgação

O maior investidor pessoa física da Bolsa de Valores Brasileira - B3 (B3SA3), Luiz Barsi Filho, foi absorvido no processo em que era investigado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre possível uso de informações privilegiadas da Unipar (UNIP6).

O julgamento aconteceu na última terça-feira (26). "Após analisar o caso e acompanhando o voto do Diretor-Relator, Daniel Maeda, o Colegiado decidiu, por unanimidade, pela absolvição de Luiz Barsi Filho pela acusação formulada", concluiu a CVM.

Desde 2022, Barsi é alvo dessa investigação. O processo foi aberto para "apurar o uso de informação privilegiada" em "negócios realizados antes da divulgação do fato relevante de 2 de fevereiro de 2021" da Unipar (UNIP6).

Ele integra o conselho de administração da empresa e detém 19% de participação.

Além da Unipar, Barsi é investidor de mais de 10 empresas, entre elas, estão: Banco do Brasil (BBSA3), Eletrobras (ELET3)(ELET6), Eternit (ETE3), Klabin (KLBN11), Unipar, AES Brasil (AESB3), Cosan (CSAN3), Vibra (VBBR3), Taurus (TASA4), Suzano (SUZB3) e IRB (IRBR3).