sexta, 19 de abril de 2024
Ações

Kora Saúde (KRSA3) registra receita líquida de R$ 564,70 milhões no quarto trimestre de 2023

As despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 40,0 milhões, redução de 32% em comparação com o mesmo período no ano anterior

28 fevereiro 2024 - 08h52Por Lucas de Andrade
Kora SaúdeKora Saúde - Crédito: Logotipo

A Kora Saúde (KRSA3) reportou uma receita líquida de R$ 564,70 milhões no quarto trimestre de 2023, crescimento de 5% comparado a igual período de 2022.

Em 2023, a receita líquida totalizou R$ 2.259,70 bilhões, crescimento de 10% em relação ao ano anterior.

O crescimento da receita líquida entre outubro e dezembro em relação aos mesmos meses retrasados foi positivamente impactado por:

  • - i) crescimento orgânico na base de hospitais já existentes;
  • - ii) aumento do ticket médio (+2,10% exoncologia vs. quarto trimestre de 2022);
  • - iii) efetivação dos reajustes contratuais anuais com as fontes pagadoras;
  • - iv) ampliação de especialidades médicas;
  • - v) novos procedimentos de alta complexidade; e
  • - vi) aumento da receita de serviços de apoio diagnóstico e terapêutico (SADT), análises clínicas, radiologia e oncologia.

 

As despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 40,0 milhões, redução de 32% em comparação com o mesmo período no ano anterior, impactadas principalmente pela atualização da provisão de stock option no valor total de R$ 16,70 milhões, revertidos entre outubro e dezembro.

No intervalo, a companhia registrou um EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de R$ 137,4 milhões, crescimento de 11,0% em relação ao igual período de 2022.

O crescimento da rubrica está associado a:

  • - i) ganho de 0,3 p.p. na margem bruta em relação ao quarto trimestre de 2022, resultado do controle de custos no período; e
  • - ii) gestão eficiente de despesas gerais e administrativas durante o quarto trimestre passado. 

 

Com essas iniciativas, a margem EBITDA ajustada apresentou uma expansão de 1,4 p.p. versus o quarto trimestre de 2022.

O lucro líquido ajustado totalizou -R$0,2 milhão no quarto trimestre e a margem líquida ajustada atingiu 0,0%, aumento de 1,6 p.p. em relação ao mesmo período de 2022, impactado principalmente pelo crescimento do EBITDA