sábado, 20 de abril de 2024
Ações

JCP: Pague Menos (PGMN3) altera valores por ação, do total de R$ 160 milhões

Direitos de subscrição no âmbito do aumento de capital foram igualmente ajustados

29 janeiro 2024 - 09h30Por Lucas de Andrade
Farmácia Pague MenosFarmácia Pague Menos - Crédito: Reuters

Na última sexta-feira (26), a Pague Menos (PGMN3) informou, que, em função da alteração na quantidade de ações em tesouraria, ajustou os valores dos juros sobre capital próprio (JCP) por ação e a proporção de direitos de subscrição em aumento de capital privado divulgados no dia 26 de dezembro passado.

Os valores de JCP bruto e líquido por ação foram ajustados para R$ 0,2957758163 e R$ 0,2514094439, respectivamente, uma redução de 0,30% em relação aos valores originais - R$ 160.000.000,00, ao todo.

Já os direitos de subscrição no âmbito do Aumento de Capital - no mínimo, R$ 114.161.985,55, e, no máximo, R$ 135.999.999,26 - foram ajustados de forma que cada acionista pode subscrever 0,085805270 nova ação para cada 1 (uma) ação que possuir na data de corte.

A operação visa a preservação da estrutura de capital e posição financeira da companhia, considerada a concomitante distribuição de juros sobre capital próprio (JCP) aos acionistas.

Não houve alteração no valor total do JCP a ser distribuído, no preço de emissão e no número de ações a serem emitidas no âmbito do Aumento de Capital, bem como nos prazos ou procedimentos relacionados.

Terão direito ao JCP todos os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão da companhia ao final do pregão na data base de 26 de janeiro, última sexta-feira. 

O pagamento deste JCP se sujeita à incidência de 15% de Imposto de Renda (IR) na fonte, exceto para os acionistas que sejam comprovadamente isentos ou imunes.

As negociações de ações da companhia, a partir desta segunda-feira, 29 de janeiro, inclusive, serão realizadas na condição “ex-JCP”.

O pagamento foi programado para o dia 6 de março de 2024.