terça, 28 de maio de 2024
Ações

Iguatemi (IGTI11) fecha quatro trimestre com lucro líquido de R$ 119,8 milhões, alta anual de 28,3%

No acumulado de 2023, o lucro somou R$ 304,7 milhões, uma alta expressiva em relação aos R$ 7,6 milhões apresentados em 2022

21 fevereiro 2024 - 10h26Por José Chacon
 - Crédito: Jacek Dylag via Unsplash

Iguatemi (IGTI11reportou um lucro líquido de R$ 119,8 milhões no quarto trimestre de 2023, alta de 28,3% sobre o desempenho de um ano antes.

No acumulado de 2023, o lucro somou R$ 304,7 milhões, uma alta expressiva em relação aos R$ 7,6 milhões apresentados em 2022.

A receita líquida totalizou R$ 311,2 milhões no período entre outubro e dezembro, um avanço de 7,8% sobre o apresentado no mesmo período do ano anterior. Em 2023, a receita líquida somou R$ 1,16 bilhão, alta de 13,9% sobre 2022.

No quarto trimestre, a receita bruta de aluguel aumentou 5,4%, para R$ 466,6 milhões, enquanto a receita de estacionamento totalizou R$ 88,1 milhões, um crescimento de 22,4%.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA, em inglês) somou R$ 227,2 milhões no quarto trimestre, um avanço de 21,1% na comparação anual, com a margem ficando em 72,1%, um avanço de 7,9 pontos percentuais.

No acumulado de 2023, o EBITDA ficou em R$ 812,4 milhões, alta de 21,6% ante 2022, com a margem em 69,4%, alta de 4,5 p.p..

A Iguatemi estima que a sua receita líquida de shoppings deve crescer entre 4% e 8% em 2024.

A companhia também informou que espera que a margem Ebitda total fique entre 75% e 79%, enquanto a margem Ebitda de shoppings deve ficar entre 82% e 85% ao longo do ano.

Por isso, a companhia estima investir entre R$ 190 milhões e R$ 230 milhões.