sábado, 25 de maio de 2024
Ações

FuturaGene da Suzano (SUZB3) recebe aval da CTNBio para plantar eucalipto geneticamente modificado

Agora subsidiária seguirá com os testes em campo de novas variedades de eucalipto, com plantio em escala de pesquisa em diferentes regiões do Brasil

11 março 2024 - 13h37Por Redação SpaceMoney
Logotipo SuzanoLogotipo Suzano - Crédito: Wikipedia

O eucalipto geneticamente modificado que foi desenvolvido pela FuturaGene, subsidiária de biotecnologia da Suzano (SUZB3), recebeu mais uma aprovação da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio).

Esse é o nono aval do órgão à empresa e o primeiro, em todo o mundo, para um híbrido com característica tripla: aumento de produtividade, tolerância a herbicidas e resistência a insetos.

A FuturaGene informou que após a mais recente aprovação, seguirá com os testes em campo de novas variedades de eucalipto, com plantio em escala de pesquisa em diferentes regiões do Brasil.

“Superamos desafios técnicos significativos no desenvolvimento deste primeiro eucalipto com característica tripla. Seguimos com nossos esforços para intensificar, de forma sustentável, a produtividade nas florestas cultivadas, a fim de satisfazer a crescente procura por madeira com menor impacto nas florestas naturais”, diz em nota o presidente da FuturaGene, Stanley Hirsch.

A primeira aprovação para um eucalipto geneticamente modificado foi obtida pela FuturaGene junto à CTNBio em 2015.

A empresa também recebeu cinco aprovações para o eucalipto tolerante a herbicidas desde 2021. No ano passado, o órgão deu seu aval ao eucalipto resistente a insetos e à primeira variedade de eucalipto combinado (com dupla característica) e, agora, ao com tripla característica.