domingo, 16 de junho de 2024
Dividendos e JCP

Dividendos e JCP: Alupar (ALUP11), Méliuz (CASH3) e Pague Menos (PGMN3) movimentam agenda

E, ainda, Allied (ALLD3) anunciou antecipação de pagamentos

06 março 2024 - 00h05Por Redação SpaceMoney

Nesta quarta-feira (6), Allied (ALLD3), Alupar (ALUP11), Méliuz (CASH3) e Pague Menos (PGMN3) movimentam a agenda de proventos, como bonificação, dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP).

 

Dividendos: Alupar (ALUP11) propõe pagar R$ 347,4 milhões

O conselho de administração da Alupar (ALUP11), após a divulgação de seu balanço financeiro do quarto trimestre de 2023, recomendou a distribuição de R$ 347,4 milhões em dividendos, o equivalente a R$ 1,14 por unit.

Leia mais aqui.

 

JCP: Pague Menos (PGMN3) distribui R$ 160 milhões nesta quarta-feira (6)

Terão direito ao JCP todos os acionistas detentores de ações ordinárias de emissão da companhia ao final do pregão na data-base de 26 de janeiro de 2024.

Leia mais aqui.

 

JCP: Allied (ALLD3) antecipa pagamento de R$ 90 milhões

A Allied (ALLD3) aprovou a alteração na forma e na data de pagamento dos juros sobre o capital próprio (JCP).

Desta forma, o pagamento do JCP, declarado em reunião do conselho de administração (CA) no dia 14 de dezembro, vai ser efetuado em parcela única, no dia 25 de março de 2024.

Veja informações como as datas de corte e os valores por ação aqui.

 

Méliuz (CASH3) vai pagar R$ 2,414 por ação, no âmbito da redução de capital

O Meliuz (CASH3) detalhou os procedimentos que devem ser adotados pelos acionistas em relação a pagamentos, no âmbito da redução de capital no valor de R$ 210 milhões aprovada em assembleia-geral extraordinária (AGE) realizada no dia 26 de janeiro.

Leia mais aqui.

 

Alupar (ALUP11) propõe bonificação de R$ 9,92 por ação

O conselho de administração da Alupar (ALUP11) recomendou a aprovação do aumento de seu capital no valor de R$ 362.784.597,76 em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE), a ser realizada no dia 19 de abril deste ano.

A elevação ocorreria mediante a capitalização de parte do saldo contábil de reserva de investimentos da companhia, no referido valor, com a emissão de 36.571.028 novas ações a serem bonificadas aos acionistas e detentores de units na proporção de 4 novas ações para cada 100 ações existentes (4:100). 

Leia mais aqui.